Juliette não pensa só no dinheiro para fechar contratos: ‘Se me sentir conectada’

Juliette Freire, de 31 anos de idade, segue sendo um fenômeno tanto nas redes sociais quanto fora, com mais de 31 milhões de seguidores em seu Instagram e com um documentário recente lançado na Globoplay, a paraibana contou que os cachês não são prioridades em sua vida.

Em entrevista ao site Garotas Estúpidas, a maquiadora contou o segredo do sucesso, autoestima e carreira. Sobre o segredo do sucesso, rainha dos cactos afirmou que é necessário coragem:

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Eu não acho que eu tenha nada de extraordinário e diferente. Eu tive só coragem de ser eu“, disse.

“Eu via isso antes na Internet. As pessoas estão acostumadas a um padrão e nós também exigimos ver esse padrão. Tanto que eu sou questionada por não postar o que eu como, não postar o que eu estou vestindo e etc. E eu não vejo sentido nisso. Se é mais do mesmo, não tem porque. Aí, se cada um for simplesmente o que é, vamos ter várias pessoas lindas com ideias lindas“, complementou ela que afirmou não se vender ao dinheiro por nada.

 “Meu principal objetivo, que era o dinheiro, com o que tenho hoje, eu estou tranquila. Eu tenho uma base, que é o suficiente para viver e ajudar minha família. O resto (como publicidades), é se eu me sentir conectada. Eu não vou me submeter a algo se não fizer sentido. Por nada. Nem por vaidade, nem por dinheiro”, ressaltou.

Lealdade ao publico

A advogada evidenciou que tem um compromisso com o seu público em ser verdadeira:

“Eu tenho um compromisso de ser real. Gostou? Agora, aguente”, disse ela, que afirmou que o prêmio maior que ela ganhou foi não ter perdido a sua autenticidade.

“Primeiro, eu queria o dinheiro. Falando friamente, queria o dinheiro para salvar e ajudar a minha família. Eu não queria ser famosa. Eu pensei que eu ia ser uma ex-BBB, passaria 6 meses fazendo presenças vips e tchau. Mas, o que eu queria como pessoa era não me perder de mim. Era passar por tudo, que eu sei que é uma experiência difícil, e passar por isso mantendo quem eu era. Tanto que eu deixei cartas e vídeos que eu fiz para mim mesma dizendo “eu sou isso, isso e isso e eu quero continuar igual quando sair do programa”.

“Não vale a pena ganhar o amor de todo mundo e se perder. Fazer qualquer coisa por isso, não vale a pena. Você vai ser amado, mas não vai se amar. Eu entrei com esse objetivo. Se fosse pra se perder, eu preferia sair, viver a minha vida, que só não tinha dinheiro, mas tinha todo resto”, finalizou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Veja mais ›