Karol Conká dança ao lado de namorado e enlouquece web

publicidade

A cantora Karol Conká está apaixonadíssima e não esconde isso de ninguém. A artista usou seu perfil do Instagram para dividir com os fãs um momento de intimidade com o namorado, o jogador Polidoro Jr.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Na postagem em questão, Karol apareceu ensinando os passos de dança de seu novo single, Louca e Sagaz, para seu amado. Em clima de descontração e muita sensualidade, a artista se divertiu com o bonitão tentando rebolar.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Tentando ensinar a sessão de hipnose, bem #LoucaESagaz com o meu gatinho @polidorojr. 🤣❤️‍🔥😍”, disse a artista, que aproveitou para se jogar nos braços do sardão.

O registro rendeu mais de 70 mil curtidas e vários comentários dos seguidores, que ficaram encantados com a química do casal. “que fofinhooos 🥰 amo vcs”, disse uma internauta.

“Que saúde heim mamacita ?! Casalzão da porra”, “Muito lindinhos”, “Muito feliz por você mamacita”, “maceta mamacitaaaaaa”, “Perdoa, Pai, por pecar ao desejar o homem alheio”, “como é bom te ver feliz sua linda”, foram outras mensagens dos seguidores.

publicidade

Sentimentos e rejeição pós BBB 21

Em recente entrevista concedida para o podcast PodPah, a cantora Karol Conká revelou que sofreu muito com os ataques após ser eliminada do Big Brother Brasil 21. A artista contou que chegou a ser de chamada de psicopata e precisou de muitas sessões de terapia.

publicidade

Eliminada com o maior índice de rejeição da história do reality global, a rapper destacou que além das críticas do público, ela sofreu por ter decepcionado ela mesma.

“Saí taxada como psicopata. Foi bem ruim, foi péssimo. Acho que uma das piores dores que eu já tive na minha vida. A primeira foi perder meu pai, depois foi essa. Veio a dor da rejeição em massa, a minha decepção comigo mesma, ver as pessoas que eu gosto sendo atacadas, foi um misto”, iniciou ela.

A cantora destacou que sentiu um misto de sentimentos ruins sobre tudo o que estava vivendo. “Eu pensei muito, vi que eu machuco com palavras. Me machuca também, porque depois passa e eu fico mal. Eu acho que estava com raiva, com cólera, raiva de tudo e aí eu joguei e voltou porque eu dei motivos, né?”, desabafou.

publicidade

Karol disse que chegou em um momento que passou a aceitar comentários racistas e machistas em decorrência de sua participação. “Acho que passaram dos limites. Mesmo quando eram racistas ou machistas, eu achava que estavam certos porque eu dei motivo. Comecei a não querer sair da cama. Chegou a um ponto que eu não falava com ninguém. Queria sumir do mundo para sempre”, declarou.

 

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›