Karol Conká revela se entraria de novo no BBB

Com uma participação marcante no BBB, Karol Conká participou do podcast PodDelas e revelou se entraria novamente no reality. Segundo ela, a experiência foi incrível, e sem medo algum, apostaria em sua participação mais uma vez no programa.

“Todas as pessoas que participam desse jogo saem falando ‘você vira outra pessoa’. Todo mundo fala isso e aí chega minha vez eu não sou ouvida. Falo ‘pô, virei a Jaque Patombá’ e no fim o povo gosta dela”, iniciou ela.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na sequência, a rapper falou que assim como ela, outras pessoas de sua edição também precisaram recorrer a sessões de terapia.

“Para que up? Eu acabei com o reality a ponto das pessoas não quererem entrar e serem elas lá dentro. E eu falo como a gente foca no negativo. Quanta gente na minha edição saiu ótima por que o povo está com medo de ser uma Karol Conká lá? Por que será? Porque todo mundo sabe que é imperfeito. Os imperfeitos cobram perfeição. Foi o que o público fez. Eu não guardo rancor ou mágoa dos hater porque eu sei que dei motivo, eles também estavam com problema igual eu, pandemia todo mundo bem louco e aí misturou tudo. Todo mundo tava precisando de terapia, não era só eu”, comentou ela, que hoje percebe ter sido verdadeira durante o confinamento.

“Eu amei minha experiência no BBB. Não me arrependo e entraria novamente para o terror do Brasil”, apontou.

Relembrou

Há algum tempo, Karol Conká participou do podcast PodPah, e disse que ao sair do BBB 2021, chegou a ser chamada de psicopata por alguns internautas que reprovaram o seu desempenho no programa da Globo.

“Saí taxada como psicopata. Foi bem ruim, foi péssimo. Acho que uma das piores dores que eu já tive na minha vida. A primeira foi perder meu pai, depois foi essa. Veio a dor da rejeição em massa, a minha decepção comigo mesma, ver as pessoas que eu gosto sendo atacadas, foi um misto. Eu pensei muito, vi que eu machuco com palavras. Me machuca também, porque depois passa e eu fico mal. Eu acho que estava com raiva, com cólera, raiva de tudo e aí eu joguei e voltou porque eu dei motivos, né?”, disse ela.

Por fim, a artista contou ter se isolado de muita gente para tentar melhorar como ser humano. “Acho que passaram dos limites. Mesmo quando eram racistas ou machistas, eu achava que estavam certos porque eu dei motivo. Comecei a não querer sair da cama. Chegou a um ponto que eu não falava com ninguém. Queria sumir do mundo para sempre”, desabafou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›