Kaysar Dadour lembra estreia na dramaturgia e desabafa sobre preconceito com ex-BBBs

Kaysar (Reprodução/Instagram)
Kaysar Dadour (Reprodução/Instagram)

Kaysar Dadour revelou a sua primeira experiência artística ao gravar o filme Carcereiros – Noite Sem Fim, que a Globo transformou em um minissérie de quatro episódios. O sírio, radicado brasileiro, explicou que o nervosismo não o impediu de superar o desafio.

“Quando chegou esse convite para fazer o teste, foi uma loucura. Eu estava com muito medo. Depois de ter sido aprovado, liguei para a minha mãe: ‘E agora, vou fazer o quê? Fui aprovado! Ai, meu Deus! Vou fazer o cinema brasileiro?’. E ela me disse: ‘Vai com tudo’. Eu estava nervoso, não sabia como ia ser trabalhar com grandes atores. Mas foi muito bom”, afirmou ele à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Desde que deixou o BBB18, o ator tem se destacado em produções como a novela Órfãos da Terra, e feito parte do time da edição 2019 da Dança dos Famosos, na qual sagrou-se campeão, e estará na série Panelinha. Sobre a resistência que recebeu sobre ser ex-BBB, ele disse: “Sempre tem coisas que acontecem, mas gosto sempre de olhar o lado positivo. A maioria apoia”, garantindo o famoso, que ainda acrescentou:

“Prefiro não entrar muito nesse assunto porque acho que, se alguém tem problema ou preconceito com alguma coisa, isso tem que ser resolvido com ele mesmo. Se alguém está com preconceito comigo, tem problema com ele mesmo. Não ligo. Sou muito para cima. O importante é entregar o trabalho bonito, aprender, ouvir o diretor e o conselho dos outros, fazer preparação boa… Quem tem preconceito eu deixo para lá”.

O famoso também comentou sobre a sua cirurgia no septo na qual se submeteu no ano passado, mas acabou causando complicações. “Consegui respirar bem por um mês. Acho que não vou fazer de novo. Não adiantou nada mesmo. Consigo respirar de um lado só. Eu uso remédio para melhorar”, explicou.

Os problemas respiratórios tendem a piorar ainda mais quando Kaysar está em Curitiba, onde mora atualmente, por ter um clima mais frio. “Fico com muita rinite, respirando como um maluco (risos). Lá eu fico com a minha família (que veio da Síria após Kaysar sair do reality show) e na casa do meu antigo patrão, Nassib Abage.”

Dentre os trabalhos reservados para 2021, Kaysar tem um filme, uma série e mais três trabalhos que prefere manter segredo. Porém, uma das maiores apostas para o novo ano será a música: “O trabalho anima a minha alma. Tenho feito aulas de canto, de música. A ideia é cantar funk, pop, trap. Este ano quero lançar mais músicas”, disse ele que lançou uma parceria com o MC Bin Laden no ano passado.

 

Veja mais ›