Kelly Key revela se é uma mãe ciumenta

Apaixonada pela maternidade, Kelly Key comentou sobre o primeiro ensaio fotográfico estrelado pelo filho Jaime Vitor, de 16 anos. O jovem é fruto do relacionamento da cantora com o empresário Mico Freiras. Na ocasião, ela revelou que gosta de estar atenta, e disse não ser ciumenta.

“Não sou ciumenta, mas sou muito atenta. Pode parecer que pego muito no pé. Mas eu pontuo muito, seja em relação às mulheres, aos amigos. É ótimo esse diálogo porque exponho as minhas opiniões e ouço as deles também. Aqui em casa, nada nunca foi tabu. Falamos sobre sexo, drogas e tudo. Indico muito para os pais a série Sex Education, porque a gente vai vendo as questões juntos e debatendo. Demos muita risadas, mas tem muitos assuntos sérios também”, disse a loira em conversa com a Quem.

Visão da mãe

Um pouco tímido, Kelly Key destacou o estilo de vida do filho, e disse a beleza dele vai além da aparência. Além disso, ela comentou sobre uma possível entrada do menino no meio artístico.

“O Vitor desde pequeno sempre foi ligado ao esporte. Ele luta Jiu-Jitsu, surfa. Ele era o menino que fugia da câmera. Com as Olimpíadas, ele vendo os atletas, ficou todo empolgado e decidimos produzir essas fotos. Acho ele muito lindo. Não só como mãe, sei que é uma beleza que extravasa, que vai além da aparência. Ele gosta muito de games. Pode ser que ele se destaque neste universo ou leve como hobbie mesmo o lado influenciador”, falou.

Cautelosa, a cantora que deu uma parada no mercado da música, destacou que respeita qualquer decisão profissional tomada pelo adolescente. Segundo ela, a liberdade é algo que deve ser respeitada.

“Ele tem 16 anos ainda. Está na fase de descoberta. Sou muito rigorosa em relação à liberdade. E sempre falo com ele: ‘Não banalizem a profissão que me deu tudo que conquistei’. É uma profissão que lida muito com seu psicológico, tem que ouvir crítica, saber lidar com comentários maldosos e o assédio. Nesse ponto, tento o proteger o máximo possível e falar a real, para ele saber como lidar com essas situações”, falou.

Machismo

Com dois meninos, e a primogênita Suzanna Freitas, a artista comentou que se preocupa muito para não criar homens machistas. Segundo ela, a educação masculina pode ser muito mais complicada.

“Engraçado que com a Suzana a minha relação é outra. Acho que ela é muito mais decidida e bem-resolvida em várias questões. Agora, ele tem influência de outros meninos que vêm de fora, até machistas e você precisa podar ali. A educação masculina é mais complicada nesse sentido. Acho que, infelizmente, os homens nascem machistas e temos que lutar para mudar isso. Com Vitor já está tudo lindo, com 16, já está tudo ótimo. Com essa idade, você já consegue identificar a personalidade do filho e ele só tem me dado orgulho”, desabafou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver as últimas notícias dos famosos e deixe seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›