Kim Kardashian recorda críticas em gravidez

A socialite Kim Kardashian, de 40 anos de idade, em bate-papo ao Podcast We Are Supported By, das apresentadoras Kristen Bell e Monica Padman abriu o seu coração. Na entrevista, a famosa recordou as inúmeras criticas que recebeu do publico durante a gravidez de sua primeira filha, North West, no ano de 2012.

“A mídia foi brutal comigo por ter ganhado muito peso. Colocavam em capas de revista ‘Kim ou a baleia Shamu, quem vestiu melhor’. Era muito, muito louco”, começou sobre o assunto. “Eu postei recentemente no meu Instagram as matérias que achei. Eles sempre me comparavam a Kate Middleton, chamando ela de ‘desnutrida’ e eu de ‘baleia’. Era nojento, eu nem consigo acreditar. Eu acho que isso não seria aceito hoje em dia, mas matou a minha autoestima. Eu ficava sentada em casa chorando o tempo todo”, disse ela.

Destacou Kanye West

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na sequencia, Kim fez questão de destacar o seu ex-marido e rapper, Kanye West, por tê-la ajudado a tomar varias decisões e não ligar para as opiniões:

“Eu me importava muito com ser gostada…. Talvez por estar em um relacionamento com o Kanye por uma década e ele ser alguém que completamente não liga para ser gostado ou qualquer percepção sobre ele desde que ele estivesse sendo sincero consigo – isso me ensinou muito da melhor forma, sobre só ser eu e viver cada momento”, falou ela.

Ela seguiu afirmando que aprendeu bastante a não agradar ninguém:  “Desde que eu seja eu mesma e estou fazendo as coisas da forma que quero… você só tem uma vida e deve vivê-la para você. Ele me ensinou a ser mais confiante em mim mesma e, de verdade, não me preocupar com o que os outros acham.”

Relação com os filhos

Ainda no bate-papo, a beldade que ficou conhecida pelo reality da sua família  Keeping Up With The Kardashians,  ressaltou uma situação que aconteceu com os seus filhos. A empresária está prestes a realizar o seu sonho de se tornar uma advogada, o que acabou tendo um desgaste na sua relação com o North, Saint, Chicago e Psalm: 

“É difícil para mim porque me deixa muito tempo longe dos meus filhos. Tive noites em que eles choram e dizem ‘Por favor não faça mais isso, por favor não vire advogada. Você está muito ocupada, passa muito tempo nisso’. Tive que sentar com eles e dizer que adoraria que eles ficassem comigo enquanto estudo, de tê-los ao meu lado nessa jornada. Falo com eles sobre os casos, eles já me viram chorar por causa de alguns. Eu digo ‘um dia vocês vão entender e ter orgulho de mim e quero que vocês falam o que quiserem quando crescerem. E quero que vocês me deem esse espaço e poder'”. E eles entenderam completamente quando coloquei dessa forma”, finalizou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›