Leo Santana faz novo protesto contra governo da Bahia

O cantor Leo Santana voltou a soltar críticas contra o governo da Bahia por conta das limitações envolvendo a pandemia do COVID-19. Nesta semana o artista teve que cancelar as edições do seu famoso Baile da Santinha em Salvador.

Nesta quarta-feira (12), o artista protestou em seu perfil do Twitter e defendeu que os órgãos de fiscalização deveriam cobrar de forma mais exigente o comprovante de vacinação, ao invés de impedir a realização de eventos culturais pela cidade.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Os governos precisam reforçar a exigência do cartão de vacinação nos lugares de maneira firme. Precisa haver um pacto entre todos nós sobre isso. Restaurantes, shoppings, bares, todos os lugares de circulação pública. Não quis vacinar, fica em casa. O que não dá é cancelar toda a cultura e eventos e um setor pagar uma conta altíssima que se arrasta por anos. Bora organizar isso aí gente”, escreveu o esposo de Lore Improta.

O desabafo de Leo acontece após a Salvador Produções, produtora dos shows de Leo Santana, emitir comunicado sobre o cancelamento dos eventos marcados para o dia 14 e 21 de janeiro. “Os clientes que adquiriram passaporte ou ingresso para o Baile do dia 14 deverão solicitar o reembolso conforme a política de compra no local ou plataforma em que comprou o ingresso”, disse o comunicado.

Carnaval 2022 também foi cancelado

No último mês Leo Santana já havia comunicado os fãs sobre o cancelamento do seu desfile no Carnaval de Salvador em 2022. Através dos stories do Instagram, ele revelou que as apresentações no Bloco Nana foram adiadas para o ano de 2023. O artista explicou que os fãs que já comparam seu abadá continuam garantidos.

“Nosso sonho foi adiado, mas foi só por um tempinho. Em função das indefinições com o nosso Carnaval, o nosso bloco que sai sexta e sábado será adiado para 2023”, disse Léo, que completou a informação: “Todo mundo que comprou abadá para 2022 vai ser automaticamente transferido e garantido para o Carnaval de 2023”.

“Em 2023, nós estaremos juntos no nosso bloco com muito mais animação e fazer o Carnaval daquele jeito que a gente gosta, que estamos acostumados“, afirmou.

Também uma das atrações do Bloco Nana, o cantor Bell Marques fez uma postagem no mesmo tom avisando aos fãs sobre a decisão. “Galera, ainda não chegou a nossa vez. Pois é, em função das indefinições sobre o carnaval de rua em Salvador e dos prazos necessários para a realização dos eventos, os nossos blocos: Camaleão, Vumbora e o Bloco da Quinta, que desfilam no circuito Barra-Ondina terão que ser adiados para 2023”, disse Bell Marques, nas redes sociais.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›