Longe das novelas, Kadu Moliterno pede por novo papel na TV

Longe das novelas há três anos, o ator Kadu Moliterno não vê a hora de voltar a atuar. Perto de completar 70 anos de idade, o artista fez um apelo aos autores, dizendo que está disponível para trabalhar. Seu último papel foi na novela Topíssima, da Record TV.

Eu tenho 52 anos de carreira, mas estou há três anos sem atuar e sem contrato com alguma emissora. A minha vontade é voltar. Quero deixar isso claro porque às vezes os autores podem pensar em mim e achar que eu já não estou mais querendo trabalhar. Mas eu quero”, garantiu ele, em conversa com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na entrevista, Kadu também comentou que não se sente com quase 70 anos. “É só uma data. Não me sinto com essa idade e acho muito importante dizer isso”, declarou o famoso.

Outros projetos de Kadu Moliterno

Enquanto não volta a atuar, Kadu Moliterno se dedica a outros projetos. O ator está lançando, por exemplo, o “Fala Kadu”, uma série no YouTue com conteúdos especiais sobre a história do programa ‘Armação Ilimitada’, onde interpretou Juba, nos anos 1980.

“É uma homenagem que estou fazendo a um programa que ainda dá muita saudade nas pessoas. Em paralelo, existe um projeto de um longa que eu e André De Biase estamos lutando para produzir. Está numa produtora de São Paulo. A pandemia atrapalhou muito.”, explicou.

Em junho, o artista também pretende lançar um podcast para falar sobre surfe, esporte que é a sua grande paixão e que ele pratica desde os anos 1970.

“Passei por todas as fases do surfe no Brasil. Por 25 anos seguidos eu fui para o Havaí surfar. Fazia uma novela, pegava o dinheiro e passava dois meses lá. Hoje, vou para o mar diariamente. Seja com prancha ou só com pé-de-pato, para praticar o surfe de peito. O mar me dá uma energia de que eu preciso. Além de surfar, vou para a academia também. Sou casado com uma atleta profissional (a fisiculturista Cristianne Menezes), e ela me leva.”, contou Kadu.

Preocupação com os filhos

Pai de Kenui, de 25 anos, Lanai, de 28, e Kawai, de 30, Kadu Moliterno não vê os filhos com frequência, já que eles moram nos Estados Unidos. O fato do caçula do ator ser gay, inclusive, causa preocupação no famoso. Ele teme que o rapaz volte ao Brasil, devido ao alto índice de assassinato de pessoas LGBTQIA+ no país.

“Ele defende a causa lá fora. Claro que eu me preocupo em qualquer lugar do mundo, mas aqui ainda é muito forte o preconceito. A gente tem um índice enorme de assassinato de pessoas LGBTQIA+. Sem contar que, nas vezes que ele veio, foi assaltado em arrastão e agredido. Então, tenho muito medo, mas ele é destemido. Por isso me preocupo. Só que filho é criado para o mundo, uma hora não dá mais para eu dizer “não faça isso”. Acho que, agora, depois dos últimos assaltos, ele está mais com o pé atrás, mais cuidadoso.”, explicou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Henrique Souza
Mineiro, 26 anos, Graduado em Comunicação Social, Redator e Social Media.
Veja mais ›