Luciana Gimenez posa com biquíni diferentão

A apresentadora da Rede TV! Luciana Gimenez, de 52 anos de idade, publicou uma foto nos stories de seu Instagram para lá de sensual. No registro, a musa surgiu com um biquíni todo colorido e fez uma pergunta aos seguidores. “Gostaram?”, perguntou ela.

Já em outro stories, a famosa brincou: “Tudo isso para mostrar o biquíni”, disse ela.

Luciana Gimenez
Luciana Gimenez (Reprodução/Instagram)

Falou sobre vida amorosa

Recentemente, a apresentadora Luciana Gimenez concedeu uma entrevista para a revista Quem e falou sobre a sua situação amorosa. Na ocasião, a famosa disse que no momento está enrolada.

“Estou enrolada. Como diz meu filho: eu tenho um crush. A gente tem uma ou duas pessoas de interesse, né…”, disse ela.

Em seguida, a apresentadora falou sobre o término do seu relacionamento com o empresário Eduardo Buffara: “É normal. Todo mundo começa, termina namoro e casamento. Isso não me preocupa muito. O problema é mais você consigo mesma. Ser famosa tem vezes que publicam coisas e é normal”, falou ela.

“É muito  louco. Quando alguém diz que estou bonita, maravilhosa, tenho sensação que não é comigo. É um trabalho diário e tem gente que me dá apoio. Quando eu era nova, modelando, tinha muita gente criticando. Não estou criticando o meio, mas aconteceu comigo. Tento ver minhas qualidades, quando as pessoas dizem que estou bonita, tento pensar: ‘que bom que estão vendo isso’. A gente tenta com muita terapia”, afirmou ela.

Desabafou sobre comentários

Vale mencionar que, recentemente Luciana Gimenez foi alvo de comentários machistas feitos pelo senador Jorge Kajuru em uma entrevista para o canal de Antônia Fontenelle. Na ocasião, a famosa concedeu uma entrevista para a colunista Fábia Oliveira, e desabafou:

“Eu me sinto humilhada, diminuída e tenho vergonha dos meus filhos lerem essas inverdades nas redes sociais. Acho que estou no meu limite. Não é de hoje que sofro ataques como ser humano. Já fui chamada de burra, interesseira e as mais recentes onde minha honra mais uma vez é questionada. Será que cada pessoa que fala esse tipo de coisa gostaria de ouvir alguém chamá-las ou pessoas de sua família das ofensas que elas propagam?”, falou ela. 

 “Vou guardando cada lágrima e cada sentimento ruim dentro de mim. Mas agora chega, não vou mais permitir que ninguém mais faça isso comigo e se puder impedir que outras mulheres passem por isso, melhor ainda. Quero trazer informações contra abusadores psicológicos”, desabafou. 

Veja mais ›