Luciana Gimenez reclama de preço e usa transporte público

Luciana Gimenez durante as férias nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/Instagram)
Luciana Gimenez durante as férias nos Estados Unidos (Foto: Reprodução/Instagram)

Luciana Gimenez surpreendeu nesta semana ao aparecer usando transporte público para se locomover. Mesmo sendo milionária, a apresentadora da RedeTV! reclamou do preço do táxi em Nova Iorque e preferiu andar de metrô.

Por meio de seu perfil no Instagram, Gimenez passou a compartilhar sua rotina em solo norte-americano. Em um dos registros, ela aparecendo andando no metrô e fez elogios.

“Olha, organizadíssimo”, disse. A apresentadora se mostrou em choque com a tarifa de táxi em Nova Iorque e disse que usa somente o transporte público por lá.

“Gente, não dá para pegar táxi nesta cidade. Você entra no táxi e já são tipo 20 dólares. Eu só ando de metrô aqui, reclamou Gimenez.

Luciana Gimenez explica dinheiro do governo

Recentemente, Gimenez teve seu nome envolvido em uma polêmica após constar que ela recebeu dinheiro para fazer propaganda para o governo de Jair Bolsonaro. Diante da situação, ela se pronunciou para explicar o caso.

“Acho importante as pessoas entenderem o que aconteceu. Eu te digo, para mim, Luciana, honestidade não é qualidade; é obrigação. Dito isso, eu te pontuo que sou contratada de uma emissora. E cumpro todos os merchandising que são fechados para os meus programas. Entre eles, os do Governo Federal.

Nesse ponto acho importante deixar bem claro que faço merchandising para o Governo Federal desde 2004. Não foram nos últimos 3 anos que essas prestações de serviços começaram.”, afirmou a apresentadora em entrevista à colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

Explicação sobre o dinheiro

“Fazer merchandising ou até campanhas para empresas privadas ou governamentais é uma das opções que nós temos de prestação de serviço dentro da nossa área. A matéria quis dar a entender que eu teria recebido porque seria uma apresentadora bolsonarista. Essa até pode ser o olhar da jornalista, mas essa não sou eu. Essa não é a Luciana Gimenez. Primeiro, eu sou uma apresentadora e ponto. Dito isso, é importante lembrar que tenho uma carreira de 20 anos. E não uma carreira que começou de 3 anos para cá”, disse.

Segundo que não recebi dinheiro do nada. Eu prestei um trabalho honesto e fui paga por ele. Emiti nota fiscal, paguei meus impostos e tenho tudo comprovado desde o primeiro trabalho que fiz, lá em 2004. Ao invés da clareza, é sempre mais fácil sugerir algo. Deixar nas entrelinhas das matérias como se algo escondido estivesse sendo feito.

É um disparate uma pessoa que só estava prestando um trabalho ser alvejada. Acho que se vai expor os dados, o mínimo é que se mostre a realidade e não só fatos pincelados. Por que em momento algum foram citadas as campanhas que fiz de incentivo à vacinação, cuidados durante a pandemia e outros? Desqualificar a reputação de alguém é sempre mais fácil, mas é algo grave, concluiu Luciana Gimenez.

Vitor Peccoli
Publicitário formado pela Faculdade Pitágoras e roteirista pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Atua no jornalismo de TV e famosos desde 2013.
Veja mais ›