Luciano Camargo revela problema após lançar carreira gospel e desabafa

publicidade

O cantor sertanejo Luciano Camargo, da dupla com Zeze Di Camargo, abriu o jogo e contou sobre está a recepção do público após anunciar carreira no meio gospel. Em participação ao podcast Positivamente, de Karina Bacchi, o artista contou que foi criticado e perdeu milhares de seguidores ao lançar o seu primeiro single religioso.

“Eu sempre fui de poucos amigos, esses que são de verdade, não se afastaram. Eu nunca fui homem de fazer farra. O sertanejo gosta de fazer violada em casa, eu nunca tinha feito. Eu fiz agora, levei um menino para tocar, em um momento nós cantamos louvor”, contou ele.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Eu não tive essa experiência de alguém se afastar de mim. Eu tive aquilo de ser cancelado, do cancelamento, eu nem sabia disso. Como eu não vivo do Instagram, a minha atenção para rede social é mínima. Não é o meu foco. O projeto saiu, quando eu lancei a primeira música, na outra semana, o pessoal que estava acompanhando falou: ‘você perdeu mais de 40 mil seguidores em dois, três dias'”, revelou ele.

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

Pretensão no meio gospel

Há pouco tempo, Luciano Camargo concedeu uma entrevista para a revista Quem e comentou sobre a nova fase de sua carreira em que ele anunciou o seu primeiro trabalho no meio gospel. Na ocasião, o cantor sertanejo afirmou que não tinha o desejo de fazer sucesso no segmento religioso. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

“Não tenho pretensão de fazer turnê, minha pretensão é cantar na igreja, louvar a Deus mesmo. Eu fiz isso pela primeira vez no último domingo de Páscoa, mas foi virtualmente por causa da pandemia. Mesmo assim, debutei”, disse o cantor.

Conciliar a sua carreira com a dupla

Em seguida, o cantor que faz dupla sertaneja com o seu irmã Zezé Di Camargo, disse que vai tentar conciliar a sua carreira solo: “Vou conseguir conciliar. Nada me impede de estar em um culto da igreja de uma cidade em que formos cantar e mais tarde fazer o show. Tenho esse sonho de cantar nas igrejas das cidades que a gente visitar como dupla. Posso até cantar do banco mesmo, mas quero estar ali louvando a Deus”, afirmou ele.

publicidade

“Sempre acreditei em Deus, mas não acreditava na minha fé, não tinha coragem de orar nem por mim. Sempre que precisava, ligava para a minha mãe. Não conseguia crer que a minha fé era suficiente para poder chegar e orar para uma pessoa. Hoje sou atrevido. Participo de culto, louvo e oro. Meu elo com Cristo só está crescendo”, acrescentou ele.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›