Luciano Huck deixa claro qual caminho vai seguir no Domingão

Luciano Huck tem deixado cada vez mais claro que a permanência do Show dos Famosos no novo Domingão é unicamente para cumprir obrigações comerciais da Globo. Ele não faz questão alguma. E o apresentador já deixou o recado: está deslocado na atração.

Durante o programa, Huck tem demonstrado que não há o menor interesse na permanência do quadro no dominical em 2022. Atração da época de Faustão, o Show dos Famosos resistiu à reformulação pois já tinha sido vendido ao mercado publicitário e a Globo tem questões comerciais a cumprir.

E o titular do novo Domingão já mostrou que essa não “sua praia”. Nesse quadro eu falei que sou igual cachorro que caiu do caminhão de mudança. Cheguei aqui e tô me divertindo”, declarou ele.

A preferência de Luciano Huck

Além disso, Huck voltou a reforçar o que já é nítido: prefere fazer pautas assistencialistas, mostrando “histórias inspiradoras” pelo Brasil. Disse que com todas as letras que é o que mais gosta de fazer.

“Agora no próximo bloco, é igual o Boninho quando para pra cozinhar as coisas que ele gosta. No próximo bloco, eu cozinhei pra vocês um prato dos que eu mais gosto. As histórias que eu gosto de contar. Uma história inspiradora”, confessou.

Além disso, o público tem observado um descuido com o Show dos Famosos. Os homenageados a cada semana, que são um “mistério” para o público, estão sendo revelados com grande antecedência.

Recado dado na Globo

Com isso, Huck acabou com qualquer resquício de dúvida sobre seu modo de fazer TV. Não lhe interessa atrações que não rendam histórias. Outro exemplo disso é o Quem Quer Ser Um Milionário?, quadro que trouxe do Caldeirão.

Ao contrário do Show dos Famosos, uma herança de Faustão, o apresentador não mostrou até o momento a intenção de se livrar do game show que migrou do Caldeirão.

Mas afinal, por que o marido de Angélica não mostrou desejo de tirar do ar o Quem Quer Ser Um Milionário?. Simplesmente porque é uma atração que também lhe rende “histórias de superação”. Todos os personagens do game trazem na bagagem algo “inspirador”.

O recado para o público já está dado. Huck vai manter no Domingão a mesma fórmula que tinha no Caldeirão. Embora aconteça reformulação, o que é prometido pela Globo para 2022, o assistencialismo continuará sendo o “prato principal” do programa, presente em todos os momentos.

Por enquanto, está claro que entretenimento sem “histórias inspiradoras”, só por obrigação. O velho – e batido – assistencialismo vai continuar a ser o palco de Luciano Huck enquanto houver público para render pontos de audiência.

Vitor Peccoli
Publicitário formado pela Faculdade Pitágoras e roteirista pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Atua no jornalismo de TV e famosos desde 2013.
Veja mais ›