Ludmilla e Brunna têm tarde de aventura e machucados

Ludmilla e Brunna Gonçalves botaram a web para dançar ao aparecerem neste sábado (14) nas redes sociais, requebrando até o chão, e dançando o novo hit da cantora, Rainha da Favela, cujo clipe foi gravado com a presença de outras cantoras cariocas como Valesca Popozuda e Tati Quebra Barraco.

Lud e sua namorada ainda passaram uma tarde de aventuras, e até andaram de cavalo, e a funkeira disse que isso custou a ‘saúde’ de suas coxas que ficaram assadas por ela ter usado um shortinho para isso. “Sabe o que estamos indo fazer? Andar de cavalo. Eu nunca andei. Vai ser a primeira vez. É a minha cara, subir no cavalo, o cavalo sair andando e eu cair e ficar para trás”, brincou Brunna antes de avisar aos fãs que estava indo para outra atividade.

“Do rolê de cavalo pro paintball. Se existe pessoa mais aventureira que eu desconheço”, escreveu a bailarina, que logo em seguida mostrou que havia sido picada por diversos mosquitos.

No programa Altas Horas, exibido neste sábado (14), a cantora afirmou que chegou a sofrer racismo quando precisou viajar para a Itália, e foi de primeira classe. Uma senhora que sentou ao seu lado na aeronave se incomodou com sua presença e pediu para trocar de lugar.

“Tinha uma senhora branca sentada, ela virou e falou: ‘Tem certeza que o seu lugar é aqui?’. Na inocência, olhei de novo [o cartão de embarque] e disse que sim. Ela fez, ‘ahhh’, levantou e foi em direção ao comissário. Pensei ‘não acredito que ela está fazendo isso. Está incomodada por que eu vou sentar aqui?’”, começou a funkeira.

“Se está incomodada, ela vai ter que se mudar. Ela não foi do meu lado no voo e mudou de lugar. Não aceitou que uma preta tivesse a mesma condição dela de ir na primeira classe. Ela que precisa mudar e sair da sociedade por não aceitar esse tipo de coisa”, disparou Lud que contou ainda que foi dispensada como garota propaganda de algumas marcas após assumir seu namoro com Brunna.

“Eu achei que muita gente ia ser contra, mas não, foi totalmente diferente. Eu ganhei muito mais admiração por esse ato de coragem”, explicou ela, dizendo que perdeu contratos também: “Isso faz parte quando você resolve ser quem você é. Muita gente vai te odiar, e muita gente vai te amar por nenhum motivo”, completou ela.