Ludmilla e Xamã protagonizam cenas quentes em novo clipe; confira

Ludmilla e rapper Xamã (Reprodução/Youtube)
Ludmilla e rapper Xamã (Reprodução/Youtube)

A cantora Ludmilla presenteou os fãs nesta sexta-feira (16), com um clipe quentíssimo ao lado do rapper Xamã. A famosa aumentou a temperatura das plataformas digitais com o vídeo de Gato Siamês.

Na produção, Lud e Xamã vivem um casal que protagoniza cenas para lá de sensuais enquanto compartilha seus desejos um pelo outro na cama. Gravado em preto e branco, o vídeo é recheadíssimo de cenas picantes.

“Vou te avisar/ Você corre perigo/ Deitado na minha cama/ Sexo comigo é incrível/[…] Tá tudo bem/ Te deixo me fazer de refém/ Mas jogo limpo contigo/ Sabe que só é mais um no meu harém”, diz um trecho da música.

Em seu perfil do Instagram, Ludmilla comemorou o lançamento da faixa e provocou os seguidores com o trechinho do clipe, pedindo que todos fossem se divertir com o trabalho completo no seu canal do Youtube.

“Gato Siamês com @euxama já está disponível no YouTube 🔞🔥 Quem for lá, curtir e comentar no vídeo eu vou responder nos comentários”, escreveu a famosa, deixando os fãs enlouquecidos com o projeto.

Desabafo sobre racismo

Recentemente Ludmilla passou por um momento triste em sua carreira, após ser alvo de racismo nas redes sociais. A famosa chegou a ter que excluir seu perfil, por não suportar mais os ataques orquestrados por alguns internautas.

Em entrevista concedida ao jornal O Globo, a funkeira desabafou sobre o episódio e afirmou o quanto situações do tipo acabam mexendo com sua vida de forma negativa.

“Foi a gota d’água, sabe? Costumo não me importar, mas imagina você apanhar todos os dias? Uma hora cansa. Dói! Organizei as ideias, me fortaleci e, principalmente, entendi que esse ódio gratuito não é meu e não vai me vencer. Sou ser humano e, às vezes, me sinto esgotada, mas me refaço. É o compromisso que tenho comigo e com o meu público. Comentários racistas me dão nojo. Parece que o mundo está evoluindo, mas ainda tem muita gente atrasada”.

Lud também aproveitou o momento para comentar sobre a polêmica da música Verdinha, um dos maiores sucessos do último ano. A famosa relembrou que a canção tem sido alvo de protesto por “suposta apologia à maconha” e disse que isso também pode ser reflexo do racismo.

“Quando artistas brancos fora do funk abordam o assunto diretamente, ninguém critica. Aí, você consegue enxergar que existe racismo no Brasil. Tenho, aliás, dois processos correndo na Justiça por causa dessa polêmica. No clipe de ‘Onda Diferente’, a erva estava bem no meio da cena e não houve essa confusão. São nesses momentos que eu coloco muita coisa em xeque. A gravadora, inclusive, não me deixou lançar ‘Onda’ sozinha”.

Veja mais ›