Luísa Sonza faz novo desabafo após críticas dos haters

Luísa Sonza
Luísa Sonza (Reprodução/ Instagram)

Luísa Sonza, de 23 anos, voltou a desabafar em suas redes sociais a respeito das criticas recebidas. Em sua conta do Twitter nesta terça-feira (08), a cantora disparou após ser bombardeada por se apresentar em um show com um traje bastante sensual, durante os shows do último final de semana. “Namoral as vezes eu tenho vontade de só mandar um por um a merda”, começou ela.

“Eu leio cada coisa burra e idiota que dá vontade de só pegar um rumo a pé e sair andando até sumir, gnt se vcs não gostam de mim pelo menos arranjem motivo inteligente pq se não vcs só parecem burros e me dão vergonha alheia”, desabafou.

Desvalorização

Há pouco tempo, a cantora Luísa Sonza usou as suas redes sociais para fazer um desabafo. Naquela ocasião, a loira lamentou a desvalorização das mulheres no mercado musical brasileiro:

“Mano, p*ta que pariu, bizarro como o cenário musical brasileiro desvaloriza as artistas femininas. A gente faz TUDO, entrega TUDO e mesmo assim a desvalorização é clara. Que nojo. Valorizem a gente, frequentem os shows, questionem sim quando tiver pouca ou pior, nenhuma mulher nos (principalmente) shows, eventos e premiações. Vocês não tem noção do que a gente passa desse lado pra ser reconhecida e valorizada. E podem deixar que vou enfiar nesse povo que se acha o dono do mundo o pop feminino no Brasil guela a baixo. Quer eles queiram ou não. Tratam a gente como idiotas. PQP”, desabafou.

Foi ameaçada

Recentemente, Luísa Sonza concedeu uma entrevista para o podcast PodDelas, de  Tatá Estaniecki e Boo Unzueta. Na ocasião, a cantora disse que chegou a ser ameaçada com uma foto de uma arma:

“Qualquer coisa da minha vida, que está ao vivo, eu fico pensando o tempo todo que as pessoas estão me xingando muito e que a galera vai acabar comigo no outro dia. Eu tenho um monte de problemas assim na minha cabeça. Tem um monte de processo. Processei muita gente, tem bastante. Tem ameaças de morte. Quando a ameaça é real tem que fazer boletim de ocorrência. Já recebi foto de arma, minha família também. Eu tenho que cuidar para evitar ataques”, contou ela

“Eu entendo que cada um entrega o que pode na vida. Se as pessoas estão me entregando isso, é porque elas não estão bem, aprendi a entender as pessoas. Talvez um dia eu possa não estar bem e fazer uma merda com o outro”, disse ela.