Luísa Sonza pede ajuda com vida amorosa de forma inusitada

Por meio das redes sociais, Luísa Sonza que está oficialmente solteira desde o término com o cantor Vitão, desabafou sobre a vida amorosa, e disse que está totalmente na ‘seca’. Além disso, a loira falou que as pessoas acham que ela segue um estilo de vida de pegação, o que não acontece.

Toda humorada, a artista ainda pediu para que as páginas de fofocas do Instagram anunciassem que ela precisa de um novo companheiro, visto que adoram falar de sua vida.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Me sonho ser a piranha que vocês acham que sou porque se vocês soubessem A SECA que eu vivo vocês iam cair duro, vocês não tão preparados pra essa conversa ainda. Instas de fofocas, por favor, divulguem a seca da loirinha pra ver se causa algum efeito nesse macho que tô querendo pegar, ver se ele toma alguma atitude e, não, não gosto de tomar atitude, gosto que as pessoas venham até mim”, desabafou.

Ao encerrar o assunto, a famosa ainda brincou sobre as suas atitudes de ser ‘piranha virtual’, e na vida real não se envolver com absolutamente ninguém.

“Eu amo que meu orgulho vai a ponto de preferir pedir pra Insta de fofoca divulgar do que mandar um ‘oi’ no WhatsApp HAHAHA. Pensando agora em todos os que vão aparecer mandando mensagem achando que são eles e não são, ai, meu Deus, se eu der vácuo, você já sabe, amigo, não é você, mas te adoro como pessoa. Eu sou uma farsa, sou piranha de internet, o famoso fogo de palha, é um oi meio fofo que a pessoa dá já imagino três filhos um golden retriever e uma casa no Alphaville. Sou uma vergonha para todos vocês. DESCULPA”, desabafou.

Música feliz

Atualmente, Luísa Sonza trabalha a música ‘Café da Manhã’, ao lado de Ludmilla. Ao escolher a canção para encerrar a era do álbum Doce 22, ela disse que depois de músicas mais tristes, escolheu a canção por ser mais leve e colorida.

“Eu decidi finalizar a era do ‘Doce 22’ de uma maneira feliz, não só internamente feliz, mas esteticamente feliz também porque eu sou da galera do conto de fadas e finais felizes. Eu sou assim com a minha vida também, eu não me permito ter finais tristes. Eu sempre encontro uma maneira de entender as coisas ruins e transformá-las em boas e o álbum tinha que trazer essa mensagem”, admitiu.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›