Maitê Proença polemiza em namoro com cantora: “Queria que fosse homem”

publicidade

Maitê Proença fez uma declaração polêmica que vem dividindo opiniões na internet sobre seu namoro com Adriana Calcanhotto. Na ocasião, a atriz de 64 anos, comentou que, apesar gostar da cantora, queria que ela fosse homem.

“Eu queria que ela [Adriana] fosse homem. Para essa atividade sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso.”, declarou a famosa em entrevista concedida à revista JP deste mês.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Sem medo de ser “cancelada”, Maitê manifestou estar ciente que essa sua fala pode causar incômodo em muitas pessoas. Ela e Adriana estão juntas há quase um ano.

“Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela”, acrescentou a artista.

Maitê Proença defendeu Regina Duarte

E por falar em “cancelamento”, Maitê Proença também saiu em defesa da amiga, Regina Duarte. De acordo com ela, apesar das duas terem posicionamentos políticos diferentes, respeita o modo de pensar da atriz, que é ex-secretária de Cultura do governo Bolsonaro.

“Fui muito criticada por defender a Regina. Continuo sem entendê-la porque esse governo se mostrou tão equivocado, tão contrário à nossa classe… Mas não vou patrulhar uma colega que convivi por 30 anos e sei que não é uma pessoa perversa. Achei horrível fazerem isso, sabe? O pensamento da Regina sempre foi diferente do meu mas ela está intitulada a pensar o que bem entender”, explicou.

Processo contra a Globo

publicidade

Outro tema abordado por Maitê na entrevista, foi o processo que ela move contra a TV Globo, por ter sido demitida em 2016, após quase 40 anos na emissora.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Qualquer empresa tem o direito de mandar embora quem quiser, mas precisa pagar os devidos valores. No meu caso, são 37 anos sendo empregada ali, praticamente inaugurei a TV Globo com os precursores”, afirmou a atriz.

publicidade

De acordo com o site Notícias da TV, no início deste mês, Carolina Ferraz (atualmente apresentadora na Record TV), prestou depoimento a favor de Maitê. A reportagem teve acesso ao depoimento e descobriu que a atriz está pedindo uma indenização de 500 mil reais em busca de reconhecimento por direitos trabalhistas e do vínculo empregatício.

“Foi muito estranho, não tive nenhum aviso. Quando começaram os boatos de que eu já tinha sido dispensada, liguei para a pessoa que tinha me dito que o contrato seria renovado, e ela me falou que, de fato, ia ser descontinuado”, explicou Maitê sobre a demissão.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›