Marieta Severo fala sobre beleza e autoestima aos 74 anos

Marieta Severo, atriz de 74 anos, comentou durante participação no podcast ‘Novela das 9’, sobre como tem lidado com a beleza e autoestima na terceira idade. A artista, que assumiu os cabelos brancos na pandemia, comentou sobre as mudanças no corpo ao longo dos anos e afirmou que sempre foi muito vaidosa, se comparando, inclusive, a sua personagem Fanny, de ‘Verdades Secretas’.

“A Fanny me dá a sensação de que precisava da juventude para poder ter o poder que ela tinha. O poder na vida dela era fundamental. Ela transitava em um meio onde a beleza e o glamour eram muito importantes. Perder isso, era perder trunfos. Agora, isso absolutamente não é uma questão na minha vida. Não é que eu não seja vaidosa. Eu sou”, garantiu Marieta.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Cuidados com o corpo

Aos 74 anos, Marieta Severo diz que não abre mão dos cuidados com o corpo. Ela explica que sempre gostou muito de fazer ginástica e aconselha os mais jovens a se exercitarem.

“Eu me cuido, sou uma pessoa que fez ginástica a vida inteira. O que eu mais repito pra todo mundo é a fala de ‘A Dona da História’, quando a mais jovem encontra com a outra: ‘O que eu faço pra ficar bem?’. ‘Faça ginástica!’.”, disse ela. “Esse conselho eu falo com minhas filhas, minhas netas… é fundamental pra saúde, pra disposição, pra idade não te vencer.”, afirmou a atriz.

Nova personagem

Em novembro, Marieta Severo estreia com sua personagem Noca, avó de Lara (Andréia Horta), em ‘Um Lugar ao Sol’, próxima novela inédita das 21h. Para viver o novo papel, ela resolveu manter os fios brancos. “Eu me cuido, mas como atriz quero estar a serviço de personagens da minha idade. Não dá pra fingir e fazer uma mulher de 30, 40, 50… Eu tenho as minhas marcas. E quero estar bem e adequada para personagens da minha idade.”, explicou a famosa, que também não romantiza os efeitos do tempo:

“Não estou dizendo que seja uma delícia você se olhar no espelho. Parece que você acorda e desce um degrau… Fala assim: ‘Cara, eu não dormi com essa ruga e estou acordando com ela. Isso não estava assim ontem’. Ainda mais a gente, que vive muito do nosso rosto, ele expressa tudo da gente. Às vezes, você fala: ‘Não é meu rosto, está mudando…’. Isso é o que eu estranho mais. Mas é isso: é você aceitar e estar confortável o máximo possível. O mais importante pra mim é estar a serviço dos meus personagens.”, acrescentou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Henrique Souza
Mineiro, 26 anos, Graduado em Comunicação Social, Redator e Social Media.
Veja mais ›