Marisa Monte cancela agenda e revela motivo

Com o novo surto de Covid-19 em algumas cidades do Brasil, a cantora Marisa Monte é mais uma das pessoas que não escapou e testou positivo para a doença. Na ocasião, ela precisou desmarcar todos os compromissos e adiar os shows agendados.

“Gente, hoje de manhã acordei com a notícia que meu exame de PCR, feito ontem à tarde, deu positivo. Estou totalmente assintomática, com as três doses da vacina, isolada em casa”, iniciou ela por meio de um post no Instagram.

Na sequência, ela disse que não será possível seguir com os planos; “Vínhamos trabalhando nos preparativos da tour com todo cuidado, fazendo testes diários, acompanhando com atenção os números de contágio e avaliando os riscos para a nossa equipe e para o público. Essa semana, com a escalada vertiginosa de casos, ficou claro que se tornou impossível seguir com nossos planos”, declarou.

Adiou

Respeitando todas as recomendações da OMS, Marisa Monte fez questão de mencionar as datas dos shows que não acontecerão mais da forma que deveriam. Além disso, ela pontuou sentir saudade de cantar para todos os admiradores e fãs.

“Em respeito ao bom senso e às recomendações sanitárias achamos prudente adiar as estreias dias 19, 21 e 22/01 no Rio de Janeiro e 27, 28 e 29/01 em São Paulo. Novas datas serão divulgadas ainda hoje. Estamos avaliando as demais datas da temporada de São Paulo, dia a dia, na certeza que faremos a escolha certa em nome da segurança e do bem-estar de todos. Sinto muito por ter nosso encontro adiado, mas o momento é de priorizar os cuidados com a saúde de todos. Desde já agradeço pela compreensão e por favor, se cuidem, cuidem dos outros e vacinem-se. Vai passar. Saudades e até breve!”, escreveu a artista.

Alfinetou

Nos últimos meses, Marisa lançou o disco ‘Portas’ e aproveitou o momento para alfinetar o governo de Jair Bolsonaro. Em conversa ao O Globo, ela revelou viver em um momento trágico.

“O disco todo tem essa intenção, é positivo porque eu sou uma pessoa que tem esperança, [mesmo] vivendo um momento trágico. É uma grande falta de visão não promover esse motor econômico que é a cultura no Brasil. Não podemos ser tratados como vagabundos. Somos profissionais que geram muitos empregos. “Espero que o próximo governo, no mínimo, recrie o Ministério da Cultura e uma política de acesso à cultura em vez de demonizar os artistas. Enquanto isso, sigo fazendo resistência poética e amorosa”, afirmou.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver as últimas notícias dos famosos e deixe seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›