Mayra Cardi elogia o cuidado de Arthur Aguiar com a filha Sophia

Mayra Cardi elogiou o cuidado de Arthur Aguiar com a filha (Foto: Reprodução)

Após uma separação conturbada com o ator Arthur Aguiar, a empresária Mayra Cardi resolveu elogiar o rapaz que, segundo ela, vem se dedicando intensamente nos cuidados com a filha Sophia.

“Hoje meu dia vai ser um pouco mais tranquilo referente a minha parte mãe, digamos assim. Cara, esses dias todos eu tava sem babá, né, e sem ninguém. O Arthur tava viajando, tava pro Rio, que ele vai morar pra lá, né, que ele vai gravar, e hoje ele chegou pra me ajudar com a Sophia, obviamente que ele não mora aqui, ele mora em outra cidade, mas essas ajudinhas fazem toda a diferença”, iniciou ela, que se prolongou.

“Ó, vou falar uma coisa pra vocês, o bichinho se tornou um pai exemplar, preciso falar, tá. A gente fala mal quando tem que falar, mas a gente precisa falar bem quando tem que falar. O bichinho se transformou, ele é um pai sensacional, tô orgulhosa. E ele tá super me ajudando nesse momento, ele tá com ela lá embaixo”, disse Mayra que, fez questão de enfatizar que não tem absolutamente mais nada com o galã.

“Antes que alguém fale: ‘Ah, mas tem um tre lê lê, ela está falando bem dele’. Minha gente, eu estou falando a verdade, não tem ‘tre lê lê’ nenhum. Eu sou mãe de Sophia, ele é pai da Sophia, e assim será, teremos uma relação eterna queira eu ou não, em nome de Jesus eu quero que a gente tenha uma relação de pessoas normais e assim a gente tem, e tá tudo certo. Enfim, quis falar, deu vontade eu falei”, afirmou ela.

Desabafo

Recentemente a ex-BBB posou bem plena em uma janela imensa de sua nova mansão e, fez uma reflexão sobre a sua vida e trajetória pessoal.

“Quando eu era criança eu via meu pai se arrastando pelas paredes do corredor de casa, quando chegava do trabalho, olhos perdidos, baixos e sem luz…. Nunca soube o porque e nem Entendia já que na teoria ele tinha tudo que qualquer pessoa precisa para receber o rótulo de feliz e bem sucedido”, iniciou a beldade.

“Hoje tenho 37 anos no RG, talvez 89 vividos e 215 anos de responsabilidades. Quanto mais longo seus passos, mais pesados, mais comprometedores, mais responsáveis, mais impactantes, menos divertidos…. No fim tudo que fazemos acaba sendo muito mais pelos nossos do que por nós, e o carregar ou levar essa tal responsabilidade, se torna tão pesado quanto carregarmos nos braços o peso de cada corpo somado ao seu….”, argumentou ela.

DEIXE SUA OPINIÃO

Veja mais ›