Mayra Cardi se justifica após ir para a praia com o coronavírus

Mayra Cardi se justificou nas redes (Imagem: Reprodução/Instagram)

A coach Mayra Cardi está com o coronavírus em Ilhabela, litoral de São Paulo. Na ocasião, ela decidiu se justificar pelas redes sociais, na manhã desta quinta-feira (14), sobre estar com a doença na praia.

Consciente, a gata deixou claro que, não irá transitar entre as pessoas, e garantiu que, por mais que esteja na baixada, está confinada dentro de casa.

“Gente, eu quero falar sobre duas coisas muito sérias. Muito, muito importantes, e que não cabe interpretação, por isso que eu quero deixar bem claro. Vou começar pela mais leve e depois pela, na minha opinião, mais séria”, começou ela.

Em seguida, ela dissertou; “A mais leve é sobre eu estar na Ilhabela. Óbvio que eu estou dentro de casa, e que eu não sairei. Primeiro, que eu não posso levantar ainda da cama, não posso ficar saltitante, e ainda que eu pudesse, que eu estivesse liberada para transitar entre as pessoas, eu não faria”, falou ela.

Por fim, a empresária deixou claro que, por ela e pelas outras pessoas respeitará os dias de isolamento. “Obviamente que eu não vou sair de casa, porque eu não posso, não posso nem por mim nem pelas outras pessoas”, finalizou a estrela.

Sintomas

Nos últimos dias a influenciadora conversou com os fãs e, resolveu contar sobre alguns sintomas do coronavírus que sente de forma mais intensa.

“Vou contar como está sendo a minha experiência, não significa que todo mundo é igual, como já foi falado, cada um é diferente. Mas existem algumas coisas em comum. O que mais não estou gostando é da questão da minha memória. A gente fica avoada, aérea, com a sensação de como se você não estivesse nesse planeta”, iniciou ela que acha bizarro esquecer das coisas em um tempo bem curto.

“E você esquece das coisas. Eu esqueço mesmo. Tipo, sobre alguma pessoa que faz parte da minha rotina, não lembro, demora pra vir, é bizarro”, comentou ela.

Falta de ar

Já sobre a falta de ar, Mayra relatou que achava que a situação era um pouco diferente do que sentiu.

“Essa coisa da respiração, eu achava que ia faltando ar aos pouquinhos e você não ia conseguindo respirar. Comigo não foi assim. Na verdade, cansa, você sente uma falta de ar no sentido de estar muito cansado, como quando você corre, faz muitos exercícios. Estava mexendo no telefone, bem tranquila, de repente, meu ar não veio. Não é que ele faltou, ele não aconteceu, foram segundos, mas segundos horríveis”, finalizou ela.

Veja mais ›