MC Mirella dança música nova e detalhe chama atenção

Divulgando a música “Aceleradinha”, MC Mirella causou burburinhos nas redes sociais, ao dividir um vídeo bem sensual. Na ocasião, a beldade surgiu rebolando com um biquíni preto de fita, que evidenciou ainda mais o seu corpão todo sarado.

Com os cabelos longos para jogo, a ex-participante de A Fazenda arrancou muitos elogios ao ser traída pelo espelho e ficar com o bumbum imenso todo em destaque.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Menina do céu, minha pressão deve ter subido depois desse vídeo maravilhoso”, falou um rapaz. “Mulherão da zorra, fico apaixonado demais”, comentou a segunda pessoa. “Um verdadeiro espetáculo”, argumentou a última.

Ficada com Neymar

Após rumores antigos, MC Mirella participou do podcast de Gabi Prado, e revelou ter ficado com o craque de futebol Neymar. Segundo ela, o próprio já confirmou a antiga ficada entre ambos.

“Então, já que o Neymar já falou…Era um segredo, né? Ele falou primeiro do que eu, então agora eu posso falar. Sim, a gente já ficou”, falou.

Funk

Conquistando cada vez mais espaço no mundo do funk, a jovem garantiu em conversa com a Glamour, que o ritmo já salvou muitas vidas e continua gerando coisas boas em muita gente.

“O funk já foi muito julgado e taxado como música das periferias, porém é um estilo de música que pode tocar em qualquer festa que as pessoas dançam, desde crianças a idosos. Acho que não tem por que continuar esse preconceito, funk salvou e ainda salva muitas vidas”, falou.

Na sequência, a ex-peoa comentou sobre as criticas que já recebeu por causa da sensualidade. “Já fui muito criticada por ser mulher que canta funk, onde a maiorias das letras de alguns cantores nos objetificam. Mas as minhas letras sempre colocam a mulher no topo falando da beleza, da sensualidade, que mulher pode sim dançar e curtir funk e não ser taxada como vulgar”, revelou.

Desabafou

Com mais de vinte milhões de seguidores, a esposa de Dynho Alves disse que seria interessante a união das mulheres contra qualquer tipo de machismo com as mulheres do funk.

“Não sou ativista, mas acredito que toda mulher deveria ser feminista, no sentido de querer igualdade social perante os homens. Me considero, sim, uma mulher empoderada e tento passar isso nas minhas músicas, para que mais mulheres se sintam assim. Agora eles me entendem, compreendem, porque foi um choque pra eles na época. Quando criança a gente sempre sonha em ser famosa né? Aparecer na TV, mas sempre acreditei que seria apenas um sonho, até realmente ser realidade”, apontou.

Confira:

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›