MC Rebecca divulga nova música e posta vídeo arrasador na piscina

MC Rebecca (Reprodução/Instagram)
MC Rebecca (Reprodução/Instagram)

MC Rebecca deixou os internautas babando no Instagram nesta quinta-feira (24), ao compartilhar um vídeo para lá de provocante. Para a gravação, a famosa surgiu com um biquíni minúsculo.

Deitada na beira da piscina, a funkeira sensualizou para a câmera com um look animal print. O registro foi realizado para divulgar sua nova canção, “Ela Vai Atrás”, lançada durante a quarentena.

“Quem foi que disse?”, escreveu ela na legenda, citando uma parte da música. Nos comentários, os fãs ficaram enlouquecidos: “Maravilhosa”, “Perfeita”, “Gata demais”, “Desse jeito não dá”, “Que mulher”.

E por falar em Ela Vai Atrás, vale destacar que a música faz parte do EP Carentena, que foi produzido e inspirado no momento de isolamento social. A cantora confessou que passou por um momento difícil na pandemia e decidiu transformar em música.

“Eu entrei em depressão, porque a minha vida sexual é muito ativa e eu não tava transando. E eu sumi nas redes sociais… Só postava sobre trabalho. Aí todo mundo ficou me procurando, mas eu nem eu mesma entendia o que estava acontecendo. Eu fiquei muito tempo sem ter relação sexual por causa da pandemia. Então, eu tive que arranjar uma forma pra ter uma saída disso”, disse

View this post on Instagram

Quem foi que disse?

A post shared by Mc Rebecca (@mcrebecca) on

Estouro

Em entrevista dada ao portal Uai, MC Rebecca comentou sobre o sucesso que o funk 150, estilo que representa, tem ganhado nas plataformas digitais e na mídia. A artista relembrou o incentivo do DJ Rennan da Penha.

“É difícil falar o porquê do estouro do 150 BPM, mas de uma coisa tenho certeza: o Rennan da Penha é o cara que mais representa o ritmo. Quando comecei a cantar, o Rennan falava: ‘Rebecca, você será a MC mais estourada do Rio’. Nunca mais parei!”, contou.

Ainda durante a entrevista, Rebecca revelou que sua carreia artística surgiu no meio do samba. A cantora contou que era passista da Escola de Samba Salgueiro no período de 2016 até 2019.

“Na verdade, o samba e o funk andam juntos na minha vida. O tempo de dedicação para o funk é mil vezes maior, afinal, é minha carreira e é o meu sustento. A experiência que adquiri no samba foi essencial. Minha preparação como dançarina, as apresentações, o contato com o público… Tudo isso eu trouxe da minha vivência no samba”, completa.

DEIXE SUA OPINIÃO

comments