Nanda Costa revela tristeza de ator em novela da Globo

Uma das protagonistas de Pega Pega, Nanda Costa revelou bastidores da novela das sete, que volta ao ar no próximo dia 19 em edição especial na faixa das 19h.

A atriz, que interpretou a camareira Sandra Helena, comentou sobre a personagem e opinou sobre a trama de sua personagem. Na história, ela se junta a Agnaldo (João Baldasserini) e Júlio (Thiago Martins) e Malagueta (Marcelo Serrado) no roubo de 40 milhões de dólares do hotel Carioca Palace.

Eles não tinham a menor experiência com isso, não sabiam como fazer, entraram na onda do Malagueta, que era mais estrategista, mais inteligente. Acho que eles nem pensaram nas consequências, no caráter, na ética, em nada. Foram impulsivos. Fizeram uma coisa extremamente errada e vão pagar no decorrer da história”, disse Nanda.

Nanda Costa revela tristeza de colega

A atriz ainda relembrou os bastidores do folhetim. A certa altura da história, o personagem de João Baldasserini acaba na prisão. Foi neste momento que os atores começaram a fazer as famosas dancinhas dos bastidores. Na época da exibição original da novela, foi um sucesso a parte.

O João estava triste porque estava há semanas gravando na cela, sem encontrar com o elenco, e nos encontramos para almoçar. Chamei ele para dançar, postamos e aí começou a repercutir. Fizemos um apelo na época para a Claudia [Souto, autora da trama] nos tirar da cadeira – Sandra Helena também foi presa na época”, contou ela, aos risos.

Dúvida sobre a torcida pelos protagonistas

Par romântico de Nanda Costa em Pega Pega, João Baldasserini, que interpretou Agnaldo, revelou ter dúvida sobre como os telespectadores vão se posicionar desta vez. Isso porque, na primeira exibição da trama, a torcida era para os criminosos se livrarem da prisão.

A novela vai passar num momento em que as pessoas estão questionando o que está acontecendo com mais rigor”, declarou o ator, que disse não estar certo sobre essa predileção pelos “vilões”.

No entanto, Baldasserini ainda acredita que a humanização de cada personagem feita pela autora Claudia Souto e por Luiz Henrique Rios, diretor artístico de Pega Pega, ajuda na identificação das pessoas.

“Foi tudo muito bem escrito, cada ladrão, cada característica dos personagens tão bem colocadas, que tivemos a oportunidade de desenvolver essas pessoas, essas relações, de forma a trazer graça a eles. São diferentes de uma pessoa sem caráter”, concluiu o parceiro de Nanda Costa.

MAIS LIDAS

Vitor Peccoli
Publicitário formado pela Faculdade Pitágoras e roteirista pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Atua no jornalismo de TV e famosos desde 2013.
Veja mais ›