Nego Di alfineta Davi Brazil e manda papo sincero na web

Nego Di alfinetou Davi Brazil na web (Globo – reprodução)

Eliminado do BBB 21 há pouco mais de uma semana, o humorista Nego Di usou os stories do Instagram na última terça-feira (23), para alfinetar uma brincadeira feita pelo influenciador David Brazil. Na ocasião, o rapaz afirmou que o ‘gago mais famoso do Brasil’ não sobre interpretar o que ele havia dito.

“Porr*, cara, os maiores fofoqueiros do Brasil, sites de fofoca, acho que gostaram de mim. Isso só pode ser um sentimento de amor, não é possível que eles me odeiem tanto assim. A Karol Conká está para sair hoje, tem gente se separando, tem gente morrendo, tem gente nascendo, tem político sendo preso roubando o país, mas o maior assunto, o cara mais falado do Brasil continua sendo o Nego Di. Porr*, David Brazil, até tu?”, argumentou ele.

Cancelamento

Cancelado por muita gente após sair rejeitado do BBB 21, Nego Di ainda alfinetou David sobre o assunto. Segundo ele, quem é famoso deveria ter mais empatia com a causa.

“Um cara da mídia que sabe como é ruim ser cancelado, ser linchado, fazendo isso, cara, distorcendo. O que é isso aí, o que você está fazendo, está com tempo? Vai transar, cara, vai dar o butico, te organiza. Tu quer flauta, né? Tu quer JBL de carne, me diz o que é que tu quer. Não vai ser a minha, mas vou arrumar para ti uma pretinha, pode ser? Cheia de veia”, afirmou ele.

Ao concluir, o influenciador surgiu irônico e revelou que continuará seguindo o artista. 

“Estamos juntos viu, bebê, continuo te seguindo, te acompanhando, curtindo. Assim como nos stories anteriores, o que eu falei sobre a galera que me aborda na rua é uma piada, eu acho que você é inteligente e entendeu. Beijo no coração e muita flauta”, finalizou ele.

Desabafo

Após diversas perguntas polêmicas sobre a sua participação no reality, o rapaz contou que lidar com tanta rejeição não é nada fácil.

“Estou tentando ficar bem, tentando melhorar. Tenho bastante coisa para falar. Desde quando saí da casa, praticamente não parei. Não dormi direito, não comi. Fiz coisas que estavam no contrato que não poderia deixar de fazer (…) Achei que estivesse pronto psicologicamente, maduro o suficiente para encarar essa experiência. Mas eu não estava. Já passei por muita coisa na vida, muitas dificuldades e consegui vencer. Escolhi o lado errado. Foi um dos meus maiores erros lá. Não ter sensibilidade o suficiente para acordar para o jogo”, finalizou ele.

Veja mais ›