Pantanal: traída, Maria Bruaca atira em Tenório para matar

Maria Bruaca (Isabel Teixeira) deixará a submissão a Tenório (Murilo Benício) na novela Pantanal. A mulher, que é completamente anulada diante do jeito autoritário do marido, se revoltará após descoberta e tentará matá-lo.

A sequência terá início depois que Maria descobrir que o marido tem outra família. Guta (Julia Dalavia) terá uma conversa com o pai sobre o caso e a dona de casa escutará tudo.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Maria ficará devastada ao saber que Tenório a traiu durante todos esses anos e mantém uma outra mulher com família em São Paulo. Muito triste, ela começará a chorar sozinha por conta da situação.

Revolta e vingança em Pantanal

Tenório flagrará a esposa aos prantos, mas ela não revelará o motivo do choro. Mesmo arrasada, a dona de casa esconderá do marido que já sabe de toda a verdade. Ele, no entanto, passará a estranhar o comportamento dela, que deixará até de servir o almoço como sempre fazia.

Mas a traição não ficará assim. Maria Bruaca não aceitará ser corna sem revidar. Ela resolverá dar o troco no marido traíra e se vingará ficando com Alcides (Juliano Cazarré).

Maria vai começar a notar um interesse de Alcides e decidirá se vingar de Tenório. Ela colocará um par de chifres na cabeça do marido o traindo com o funcionário. A primeira vez será durante um passeio de barco que os dois farão juntos. Será aí que ela dará um beijo no peão.

Nos próximos capítulos, Tenório descobrirá que a mulher o traiu com Alcides e ficará tomado pelo ódio. Para revidar a traição, o vilão resolverá afrontá-la. Ele decidirá ir para São Paulo buscar sua segunda família e levá-los para morar com ele no Pantanal.

Maria Bruaca tenta matar Tenório

Ao saber do plano do marido, Maria Bruaca se revoltará e tomará uma medida drástica. Ela pegará uma arma e irá atirar no marido para matar. Mas a mulher errará a mira e o tiro não acertará no mau-caráter.

Em outro momento, ela contará o ocorrido para Alcides. “Eu quase que matei ele”, revelará a mãe de Guta. “Se tivesse matado ainda era pouco por tudo o que ele te fez”, dirá o peão.

“Não. Deus me ajudou na hora, me fez errar o tiro”, falará Maria. “Então foi coisa do diabo, porque Deus não pode querer um maldito daquele vivo”, soltará Alcides.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Vitor Peccoli
Publicitário, roteirista formado pela Casa Aguinaldo Silva de Artes. Escreve sobre TV e famosos desde 2013 | Contato: redacao@spinoff.com.br
Veja mais ›