Paolla Oliveira fala sobre filhos e explica decisão de congelar óvulos

publicidade

Paolla Oliveira abriu o jogo sobre sua decisão de congelar os óvulos. Durante participação no canal do Youtube ‘Seja Seu’, do casal Brunno Rangel e Marcelo Feitosa, a atriz, de 39 anos, explicou que não pretende ter filhos agora e considera o procedimento como um ato de liberdade diante das pressões que as mulheres sofrem na sociedade.

“Existe uma pressão, sempre existiu. Você tem um andamento da vida que tem que seguir isso do casa, família e propriedade. Vim de uma família aonde era bem-vindo casar com buquê de flores de laranjeira e filhos e tudo mais. Essa coisa dos óvulos veio como liberdade.”, disse Paolla.

“Meu desejo é que mais mulheres tivessem a oportunidade e ter isso como opção. Eu não quero ter filhos agora. Foi o que me fez congelar os óvulos. Eu tive a opção de congelar como opção de liberdade e como opção de que daqui a pouco as coisas possam mudar para mim”, afirmou a atriz.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na época em que optou por congelar os óvulos, Paolla Oliveira concedeu uma entrevista para a Harper’s Bazaar, onde comentou sobre sua decisão de realizar o procedimento e fez uma reflexão sobre o envelhecimento feminino.

“Nunca entendi o que era o relógio biológico para mim. Esse relógio ainda não despertou para filhos, mas, sim, para o meu corpo. E a médica disse que era a hora de fazer o procedimento”, declarou a famosa. “Mexeu com o emocional ver que o envelhecimento do corpo não é só ruga no rosto, e sim comparar as taxas dos exames. É clichê dizer isso, mas me olhei de dentro para fora. O tempo passou. Por isso aceitei fazer tudo que fiz”, acrescentou.

Cobranças

Na entrevista para o canal ‘Seja Seu’, Paolla Oliveira também opinou sobre as cobranças e pressões que recebe, não apenas por ser mulher, mas também por ser uma figura pública.

“Sou uma figura que tem muita gente construindo coisas e criando expectativas a meu respeito… A gente tem que sempre estar sempre descontruindo e quebrando as barreiras para fazer o que a gente acha o que deve ser feito”, explicou a atriz, garantindo que hoje, não sente mais como antes o peso das cobranças e pressões sociais.

“Já mexeram e hoje em dia já não me atingem. Mas tem uma coisa que pode pegar em mim e em outras mulheres, quando dizem ‘Você não lutou para conseguir isso? Então aguenta’.”, afirmou.

publicidade

Esse conteúdo não pode ser exibido em seu navegador.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›