Paula Amorim posa de biquíni ao tomar sol

publicidade

Paula Amorim é dona de diversos elogios nas redes sociais, por causa da beleza. No inicio da semana, a campeã do No Limite 2021 roubou a cena ao ostentar o corpão sarado para jogo, em fotos caseiras. Na ocasião, ela aproveitou para renovar o bronze na sacada.

“17:50h | Solzinho de fim de tarde na varanda”, disse na legenda. Nos registros, a companheira de Breno aparece com uma calcinha animal print, fininha, que destacou os seus pernões torneados. Além disso, os seios da famosa chamaram a atenção dos marmanjos.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Uau, sentem o poder de uma mulher empoderada”, elogiou um rapaz. “Sem defeito algum, não resisto a essa beleza não”, falou a segunda pessoa. “Uau, que espetáculo”, completou a terceira.

Desabafou

Com mais de três de milhões de seguidores, Paula Amorim é mais uma das famosas que já foi vítima de ataques de haters. Em conversa com os fãs, ela revelou ter contratado um profissional para apagar todas as mensagens de ódio em seu perfil do Instagram.

“Tem uma coisa que eu fiz pela minha saúde mental, que vocês não sabem! Eu contratei uma pessoa que fica aqui no meu Instagram responsável só por apagar mensagens de hater. Se um hater cria um fake e manda uma mensagem pra mim, ela apaga e bloqueia a conta. Então eu nem vejo! Ela não faz mais nada. Não pode responder, não interage com vocês, não faz mais nada. Mas ela está aqui para apagar as mensagens dos haters. Então faz muito tempo que não vejo nada de ruim. Eu vejo a opinião de vocês, as mensagens que vocês me mandam e tudo, mas haters, fake… não vejo mais nada. Isso está sendo muito bom, recomendo”, respondeu a ex-BBB.

Foi tenso

Mesmo que tenha conquistado o valor de R$500 mil reais no programa No Limite, Paula destacou em conversa ao podcast de Bruna Unzueta que, a situação não foi nada fácil. Ela ainda mencionou alguns dos perrengues que vivenciou no Nordeste.

publicidade

“Tem gente que acha que a gente dorme em hotel, mas não, eu cheguei a delirar de frio. Em uma noite de muita chuva, ficamos ali e só pela manhã, recebemos atendimento, uma manta térmica e um corta-vento. Era um clima muito insalubre, não tinha cobertor, desodorante. Nós tomávamos banho num rio de água parada e dormíamos em no chão em cima de uma lona”, relatou.

Confira o post:

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›