Pyong Lee afirma que começará a processar internautas; saiba motivo

pyong lee
(Reprodução: Instagram)

Ainda pela manhã dessa quinte-feira, o ex BBB Pyong Lee falou em seu Twitter, que começará a processar internautas por falarem coisas indesejáveis ao hipnotista ou relacionando-o em mensagens preconceituosas.

Um dos ícones mais amáveis dessa última edição do BBB, Pyong Lee ficou conhecido pelas brincadeiras e forma engraçada de tratar os demais participantes. Pyong é um hipnotista e mágico, conquistou milhares de seguidores com seus truques incríveis. 

E estando quase sempre relacionado a memes ou indiretas por alguns internautas que foram contra a sua participação na casa, Pyong decidiu tomar uma decisão sobre as posturas acusativas de haters em seu perfil.

Afirmou em Twitter: “Contratei 7 advogados para processar todos os criminosos da internet que acham que podem ficar impunes depois de falar merda Cara sorridente com os olhos em forma de coração. Tirei mais de 500 prints já. Me mandem mais se tiverem, além do print do perfil. Pode ser do Twitter ou Instagram! O prêmio do bbb só em processos Cara com lágrimas de alegria”.

Claro que grande parte dos internautas que chegou a interagir com o post, não aprovou as atitudes do ex BBB. Pyong completou ainda, em mais tweets: “Alguns fãs revoltados já podem esperar processinho em casa Cara de nerd, continuem falando merda na internet pfv”, “Cadê os prints e perfis? Me mandem nesse Tweet”.

Em resposta à sua publicação, um dos internautas chegou a questionar o mágico: “Nossa… mas precisa ser 7? Eles estão colando grau ainda ou estudando pra OAB?”, e, não perdendo tempo, Pyong respondeu à altura a pergunta: “A quantidade de processos é bizarra. Precisa de bastante gente”.

Após críticas, internautas que são fãs do ex BBB chegaram a concordar com a falta de limite em certas “brincadeiras” e criações de meme. 

“Se vocês estão achando que os processos são por causa de “haters” e zoação, fiquem tranquilos. Eu não ligo pro engajamento que vocês me dão. São só os criminosos que serão punidos mesmo”, justificou Pyong.