Regina Duarte gera revolta após questionar Dia da Consciência Negra

A atriz Regina Duarte gerou revolta nas redes sociais após fazer um comentário sobre o Dia da Consciência Negra. A artista questionou o por que da existência da data e pediu um dia especial para pessoas brancas.

“Ontem foi comemorado o Dia da Consciência Negra. Quando teremos o Dia da Consciência Branca , Amarela, Parda…? Quanto tempo vamos ainda nos vitimizar ao peso de anos, de séculos de dor por culpas antepassadas?”, iniciou a ex-ministra do governo de Jair Bolsonaro.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

A atriz ainda afirmou que para “evoluir” seria necessário esquecer a escravização das pessoas negras que durou mais de 400 anos apenas no Brasil.

“Quando vamos parar de olhar pra trás e enfrentar o hoje e nós olharmos com a coragem da cara limpa? maduros, evoluídos , conscientes de nossa luta , irmanados em nossa capacidade, de sermos … HUMANOS? Simplesmente IRMÃOS?”, escreveu Regina.

Em pouco tempo de publicada, a declaração de Regina já havia tomado conta das redes sociais e virado alvo de intensos ataques. Entre os comentários, muitas pessoas afirmaram que a famosa estaria sendo racista com seu posicionamento.

Bolsonarismo derreteu o cérebro de Regina Duarte. Ou o que havia restado dele“, reagiu o jornalista Nilson Xavier. “Quando vai ser o dia da Regina Duarte consciente“, afirmou o comediante Duda Noblat.

“A tese de Regina Duarte é a da negação do racismo. É pelo retorno do mito da democracia racial no Brasil. É hipocrisia pura. E pensar que essa senhora foi secretária nacional da Cultura…”, analisou um internauta.

Polêmica na classe artística

A postura de Regina Duarte nos últimos tempos tem gerado surpresa e impacto sobre muitos brasileiros, inclusive alguns antigos colegas de trabalho. Foi o caso de Tony Ramos, que não escondeu surpresa ao ver a atriz entrar no governo Bolsonaro.

Em entrevista ao site O Antagonista, Tony disse que ficou impressionado quando soube que a colega Regina Duarte aceitou o convite para assumir a secretaria especial de Cultura no governo.

“Quando vi aquela notícia, como ela é uma produtora teatral, no passado produziu, interpretou e participou de peças importantes, eu falei: será que ela tem algum projeto? Depois, foi o que aconteceu, lamento por ela. Que é uma ótima pessoa, muito boa colega, etc. Me surpreendeu. Eu acho que ela se iludiu achando que dariam a ela condições de trabalhar, opinou o famoso.

O artista ainda garantiu que não chegou a conversar com Regina sobre a decisão. “Não tenho essa intimidade. Isso que também tem que ficar claro: nem todos entre nós somos íntimos, por exemplo, como eu era com nosso querido e saudoso Tarcísio [Meira], sou de Glória [Menezes], tem alguns outros amigos meus que são mais íntimos, de dentro de casa”, afirmou ele, que ainda citou o negacionismo de Bolsonaro com relação à pandemia do novo coronavírus.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›