Relembre 6 vezes que o BBB virou caso de polícia

Reality show de maior sucesso e audiência da televisão brasileira, o BBB é um programa de entretenimento. Apesar disso, a atração exibida pela Globo há quase 20 anos também já teve seus momentos polêmicos– e não foram poucos. Em várias ocasiões, a casa mais vigiada do Brasil rendeu casos de polícia que marcaram as edições mais quentes.

Uma das edições que mais foram marcadas por polêmicas do tipo foi a décima nona, exibida na emissora carioca em 2019. Até a vencedora do reality naquela temporada recebeu uma série de acusações e, embora tenha deixado a casa milionária, precisou enfrentar a polícia. O Entretê relembrou 6 vezes que as autoridades precisaram intervir no programa e você acompanha a lista abaixo.

BBB 12

Levada ao ar pela Globo em 2012, a edição de número 12 do Big Brother Brasil foi uma das mais polêmicas por um caso ocorrido ainda nas primeiras semanas. Naquela ocasião, o participante Daniel foi acusado de estupro de vulnerável depois que o público notou alguns movimentos embaixo do edredom.

Ele estava no local com Monique, que tinha bebido bastante em uma das festas e, aparentemente, estava embriagada. O participante acabou sendo expulso do programa no dia seguinte. Do lado de fora, o processo correu por algum tempo, mas acabou sendo arquivado.

BBB 17

Marcos Harter perde processo contra Globo sobre expulsão no BBB17, após agressão a Emily Araújo (Imagem: Reprodução / Globo)

O BBB 17 teve uma das expulsões mais polêmicas da história do reality show. Naquela ocasião, Marcos foi expulso do programa depois de ser acusado de agredir Emilly Araujo, com quem tinha um relacionamento na casa.

A polícia civil chegou a abrir um inquérito naquela ocasião para investigar o caso. Ele chegou a prestar depoimento e a história ainda rendeu muitos desdobramentos do lado de fora do programa. Apesar de tudo, Emilly terminou a atração da melhor forma possível: levando R$ 1,5 milhão pra casa.

BBB 16

A edição de número 16 do BBB foi uma das mais aclamadas do programa na década de 2010, acima de tudo por conta da participação polêmica de Ana Paula Renault. E ela já começou o jogo causando ao se envolver em uma polêmica com Laércio.

Ele deixou o programa depois de um paredão com a própria Ana Paula, em meio a muitas acusações de pedofilia do lado de fora da casa. Alguns anos mais tarde, ele foi condenado a 12 anos de prisão por armazenar material pornográfico com crianças e estupro de vulnerável.

BBB 19

Paula Von Sperling
Paula Von Sperling durante o BBB 19 (Reprodução)

As três últimas edições do BBB acabaram virando casos de polícia. Uma das temporadas mais controversas da história do reality, a 19ª edição acabou coroando Paula Von Sperling como vencedora. Durante sua participação, no entanto, ela foi muito criticada do lado de fora da casa.

Na ocasião, ela foi acusada de racismo por algumas falas controversas que soltou durante o programa. Além disso, ela chegou a ser indiciada por intolerância religiosa depois de afirmar ter medo de Rodrigo, seu colega de confinamento, por sua crença. Embora ainda tenha durado por um tempo, o processo acabou arquivado.

E Paula não foi a única a ter problemas com a polícia por conta de sua participação. O BBB 19 ainda teve acusações de estupro sobre o participante Vanderson, que foi expulso do programa, e uma polêmica envolvendo Maycon. O brother foi denunciado por fazer apologia a maus-tratos a animais.

BBB 20

Uma das edições mais aclamadas de todos os tempos, o Big Brother Brasil 20 também teve polêmicas. Ainda no início do jogo, Petrix foi acusado de assediar Bianca por tocar em seus seios, além de ser acusado de se esfregar em Flayslane.

O caso fez com que o participante fosse rejeitado pelo público, causando sua expulsão na segunda semana. Além disso, a polícia do Rio de Janeiro abriu um inquérito e ele chegou a prestar depoimento a respeito episódio.

BBB 21

Rodolffo e João no BBB 21 (Foto: Reprodução/Globo)

Sucesso de público e audiência, o BBB 21 foi um grande fenômeno no ano passado. Apesar do sucesso de Juliette e Gil do Vigor, o programa também teve suas polêmicas. Uma delas envolveu o cantor Rodolffo e o professor João Luiz.

Em uma ocasião, Rodolffo fez comentários considerados racistas a respeito do cabelo de João, o que causou um alvoroço na casa e nas redes sociais. O artista chegou a ser investigado pela polícia do Rio de Janeiro.

Eliminada com o maior índice de rejeição da história do BBB, Karol Conká também não escapou das polêmicas. Ela foi alvo de denúncias por xenofobia por conta de algumas falas com relação à Juliette. Os vídeos do programa foram analisados e o caso acabou arquivado.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver as últimas notícias dos famosos e deixe seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Thiago Freitas
Marketing - Centro Universitário de Belo Horizonte. Atua como redator para o nicho de TV e famosos.
Veja mais ›