Reynaldo Gianecchini assume cabelo grisalho e surpreende com resultado

Reynaldo Gianecchini (Reprodução/Instagram)
Reynaldo Gianecchini (Reprodução/Instagram)

Aos 47 anos, Reynaldo Gianecchini resolveu assumir os cabelos brancos e acabou agradando os fãs. Nesta quarta-feira (22), o galã global compartilhou uma foto mostrando o novo visual.

Em uma selfie sem filtros, o ator exibiu parte dos cabelos sem tintura, que acabaram não ganhando retoque por conta da quarentena. Sem legendas, a fotografia acabou atraindo mais de 100 mil curtidas dos internautas.

O novo visual do bonitão acabou fazendo sucesso entre famoso e anônimos e o clique viralizou pelas redes sociais. “Gato!”, disse Deborah Secco. “Lindão!”, escreveu Ana Maria Braga.

Os fãs não pouparam o famoso e apimentaram nos comentários: “Tal qual vinho, quanto mais tempo passa, mais maravilhoso fica”, “Vinho da melhor safra”, “A maturidade também é o segredo”, “O vinho tá ainda melhor!!!”.

https://www.instagram.com/p/CC7X0I5HW7A/?utm_source=ig_embed

Vida de solteirão

Apesar de carregar o título de galã global por anos, Giane confessou que está solteiro porque tem muita preguiça de buscar por novos relacionamentos. Em entrevista à revista Quem o bonitão deu detalhes sobre o novo estado de espírito.

“Estou achando cada vez mais difícil se relacionar. O ser humano é tão complexo. Juntar dois seres humanos e tentar fazer com que eles vivam em harmonia, com todas as suas histórias internas, é trabalho para caramba. Faz você crescer muito, mas dá muito trabalho”, disse.

Apesar do estado de tranquilidade quanto a busca de um novo romance, o artista afirmou que não está iludido quanto ao amor. “Mas acredito que quando chega a pessoa certa, não tem racional, já é”, afirmou.

No último ano o global revelou que já havia se relacionado com homens ao falar pela primeira vez sobre sua sexualidade de forma aberta. Giane afirmou que gosta da fluidez da sexualidade.

“O mais legal que vejo nesta geração nova é falta de rótulos. Um termo que eu acho bacana é o fluido. Seja o que você for, é fluido, sem nomes. Cada um tem que olhar para a sua própria sexualidade”, afirmou.