Saiba quem irá desmascarar o segredo de Albieri em O Clone

publicidade

O segredo de Albieri (Juca de Oliveira) em O Clone está com os dias contados. Na reta final da trama em exibição no Vale a Pena Ver de Novo, o geneticista será desmascarado por sua ex-colega de trabalho, Simone (Françoise Forton).

A personagem irá retornar à história de Glória Perez para expor o experimento ilegal realizado por Albieri. Tudo começa quando ela volta para o Brasil e acaba reencontrando por acaso, Deusa (Adriana Lessa), que por sua vez, conta para a médica responsável por realizar sua inseminação artificial, que Léo (Murilo Benício) foi para Marrocos com o cientista.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Albieri botou na cabeça de Léo que eu não sou a mãe dele”, afirma ela, desesperada. “Mas Albieri enlouqueceu. Com que autoridade ele diz uma coisa dessa?”, questiona Simone, que não concorda com a conduta antiética do ex-parceiro de laboratório. “É porque Léo é bem branquinho, que nem estrangeiro. Mas e daí? Tem tanta mãe da minha cor que o filho nasce branco”, desabafa.

Na sequência, a médica recorda quando criou o embrião do filho de Deusa. Ela revela que fez a inseminação na paciente com o espermatozoide de um homem, que também não era branco.

“Mas Léo não poderia ser bem branco. O pai dele, o doador que eu escolhi, não era bem branco. Como pode ser isso?”, reflete Simone. “Como pode ser, eu não sei, mas nasceu assim e Léo é meu filho”, afirma Deusa.

Simone começa investigar Albieri

Diante das suspeitas, Simone começa a investigar Albieri. Ao refazer os passos da época em que realizou a inseminação em Deusa, ela conversará com algumas pessoas, entre elas, Júlio (Murilo Grossi), que também fazia parte da equipe.

publicidade

“Ele cometeu um erro e trocou os embriões”, afirma o especialista. “Não, não pode ter havido uma troca. Eu me lembro daquele dia que colhi os óvulos. Eu os botei na estufa e não tinha nada lá antes. Que estranho”, explica ela.

Em seguida, a médica também se lembrará de quando foi impedida por Albieri de realizar a manipulação da amostra de Deusa com o sêmen do doador. Na época, o geneticista pediu que a colega fosse a um seminário em São Paulo e ficou sozinho realizando o procedimento no laboratório.

publicidade

“Eu acabei indo, mas eu voltei direto para clínica. O Albieri fez a fertilização e eu inseminei a Deusa. Eu me lembro que ele esteve no meu consultório. Não houve troca de embriões. Eu garanto. Não tinha nenhum outro pronto.”, comenta Simone.

Júlio então acrescenta: “Mas devia ter. Simone, aquele menino evidentemente não é filho de Deusa”, afirma o rapaz. A médica, então, resolve checar se o doador do sêmen escolhido para o filho de Deusa foi utilizado em outra paciente.

Ao verificar o banco de dados da clínica, perceberão que o líquido nunca foi utilizado. “Não pode ter havido a troca de embriões. Se houvesse, Albieri deveria ter feito algum embrião com esse material e ele não fez”, analisa a especialista. “Eu adoro o Albieri e o admiro profundamente. Mas são várias vidas que estão em jogo. Eu não posso me calar”, concluirá Simone, seguindo com a investigação.

publicidade

Ao longo da história, Simone finalmente irá descobrir que Albieri usou Deusa como barriga de aluguel para o clone de Lucas (Murilo Benício) e levará o caso às autoridades. Por fim, o cientista será julgado pela conduta ilegal.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›