Samantha Schmütz xinga responsáveis pelo caso Klara Castanho: “Vagabundos”

publicidade

A comediante Samantha Schmütz também usou sua rede social para expor sua revolta referente ao caso da atriz Klara Castanho, que revelou ter engravidado após ser alvo de um estupro no último ano.

Em sua postagem, a famosa fez questão de deixar claro sua indignação contra os influenciadores e jornalistas que expuseram a gravidez de Klara na mídia. Ela avaliou o caso envolvendo a artista como “desumano”.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Venho aqui me solidarizar com a @klarafgcastanho pois estou muito arrasada com todos os tipos de violência sofrida por ela, pois além da sexual, ela continuou a ser violentada por seres malignos que fazem de tudo por dinheiro e 15 minutos de fama, a vida da gente não é reality show não, seus vagabundos desumanos … jornalista de merda, cachorra sarnenta … seres deploráveis…”, escreveu a Samantha.

“Não podemos dar ibope, ideia, nem ao menos andar na mesma calçada dessa gente, que vai te chutar se você cair… eu estou apavorada com este circo que está se tornando a mídia, a internet, a televisão…”, completou.

Samantha continuou pedindo que seus amigos e seguidores não compactuassem para que este tipo de profissionais continuassem trabalhando desta forma. “Se fomentarmos esse tipo de gente na hora em que é favorável para divulgar alguma coisa nossa, achando que estamos ganhando alguma coisa , estamos redondamente enganados, estamos na verdade dando mais força para sermos pisoteados pelos mesmos“, disparou.

Entenda o caso

publicidade

No último final de semana a situação enfrentada por Klara Castanho dominou as redes sociais. O caso veio à tona após a apresentadora Antonia Fontenelle dizer, por meio de códigos, que a artista teria abandonado seu bebê após o nascimento.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

As especulações e boatos sobre o caso da atriz foram crescendo e gerando ataques à ela, que logo decidiu por revelar de fato o que aconteceu. Em uma carta aberta, ela disse que foi estuprada e apenas descobriu que estava grávida no final da gestação.

publicidade

“Não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que sofri. Fui estuprada. Relembrar esse episódio traz uma sensação de morte, porque algo morreu em mim. Não estava na minha cidade, não estava perto da minha família nem dos meus amigos”, começou ela.

“Eu não tinha (e não tenho) condições emocionais de dar para essa criança o amor, o cuidado e tudo o que ela merece ter. Entre o momento que eu soube da gravidez e o parto se passaram poucos dias. Era demais para processar, para aceitar e tomei a atitude que eu considero mais digna e humana”, ainda explicou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›