Samara Felippo ostenta corpão e recebe elogios

publicidade

A atriz Samara Felippo deixou os seguidores do Instagram enlouquecidos após compartilhar uma série de fotos de um ensaio sensual usando lingerie.

Nas imagens, Samara surgiu ostentando o novo visual enquanto fazia diversas poses quentes para as lentes da fotografa Mandy. Com uma lingerie rendada, a artista não economizou nas caras e bocas e mostrou que está com o corpão em forma.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Já se olhou hoje? E vamo de fileirinha desse ensaio lindo e poderoso com a @fotosdamandy Make e cabelo @arilettiere”, escreveu a morena na legenda da publicação, que contou com mais de 47 mil curtidas.

Entre os comentários, o que não faltaram foram mensagens elogiosas dos fãs. “Bem maravilhosa meu bem!”, disse uma seguidora. “MARAVILHOSA. Já me olhei e fiquei pensando 💭 Como pode, tão deusa de ébano assim? 🤎”, escreveu outra. “Belíssima“, se derreteu mais um. “maravideusa”, reagiu outra.

Na última semana Samara postou outras fotos picantes onde aparece usando uma calcinha branca e um top cropped sem sutiã. Os registros foram publicados para celebrar a chegada de seus 43 anos.

publicidade

Caso de racismo

No último mês Samara Felippo passou por um momento difícil ao ver que suas duas filhas, Alícia e Lara, se tornaram alvo de ataques racistas nas redes sociais. Revoltada, a famosa expôs as mensagens de ódio que estava recebendo e desabafou sobre a situação.

publicidade

Abalada, Samara pediu que as pessoas refletissem sobre os comentários preconceituosos. ““Olhem essas frases, como batem em você? Não quero linchamento, apenas reflexão”, iniciou.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

“Não adianta você simplesmente dizer que não é racista. É preciso pensar e agir. Imaginem quantas crianças pretas sofrem todos os dias, deixam de estudar, machucam seu coro cabeludo para alisarem os cabelos, se odeiam e crescem cheias de dores e traumas”, disse.

A artista ainda revelou que uma das filhas já sofreu tanto com o preconceito que ainda muito pequena já havia decidido que não queria ter mais o cabelo crespo.

publicidade

“Comecei meu trabalho como ativista nas redes sociais sem saber nada, comecei meio que num baque de ódio por minha filha querer alisar o cabelo aos 7 anos para se encaixar na turminha de amigas brancas da escola. Fui me desconstruindo a cada dia, a cada descoberta e uma delas foi o quanto cresci racista”, desabafou.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›