Samara Felippo tinha medo de perder papéis por causa do peso

Samara Felippo e as filhas (Imagem: Reprodução / Instagram)

A atriz Samara Felippo deu uma entrevista sincerona e contou que achava que não conseguiria mais se atriz se engordasse. Ela revelou que se sentia presa dentro de uma padrão de beleza no início de sua carreira.

“Eu fui encaixotada num padrão de beleza. Na minha cabeça, eu perderia papéis se engordasse porque deixaria de ser atraente para os homens. Isso acontece com as mulheres da classe artística, mas com outras de diversas áreas profissionais também.”, disse ela em conversa com Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Ela contou que acreditava que precisava emagrecer mais, mesmo estando magra diante das câmeras.

“Isso me trouxe muita angústia. Lembro que fazia ensaios fotográficos e pedia para que o meu braço fosse diminuído digitalmente, por exemplo. Isso é uma loucura”, disse ela.

Samara descobriu isso era apenas reflexo de sua imaturidade profissional.

Ela, que é adepta a postar imagens reais sem filtros nas redes sociais, diz que faz isso justamente para que outras mulheres se sintam encorajadas a fazer o mesmo.

“Publico fotos com celulite e dobras na barriga, para desmistificar o amadurecimento e mostrar a realidade. Procuro não usar filtro que vá mudar a minha aparência. Muitas mulheres me veem nessas fotos e se identificam. Isso faz com que elas parem de odiar os seus corpos. Recebo muitas mensagens sobre isso”, disparou.

Nas redes sociais, ela fala muito sobre racismo. Ela desabafou há alguns anos sobre as dificuldades que a filha mais enfrentava por causa do cabelo cacheado.

“Sou mãe de duas meninas cacheadas e venho falando do racismo há anos. É muito louco, porque questões que só agora vêm ganhando destaque já existem há muito tempo. E eu fico triste porque tudo parece não passar de uma onda. As pessoas se chocam, protestam e logo o assunto é esquecido de novo. Existe muita militância de sofá, que fica só nas redes sociais. As mudanças precisam acontecer já. Ninguém aguenta mais”, disse ela cujas filhas, Alice, de 11 anos e Lara, de 7 anos, são frutos de seu relacionamento com o jogador de basquete Leandrinho, com quem foi casada até 2013.

A atriz também falou sobre o momento de isolamento social e a crise que aconteceu no meio teatral inicialmente, e que depois foi modificado pela popularização dos espetáculos virtuais.

“Foi uma experiência nova que trouxe uma grande esperança para nós, artistas. O que mais me entusiasmou é a possibilidade de ter um espetáculo que alcança o mundo inteiro. Várias pessoas de outros países assistiram. Além disso, sigo fazendo muitas lives no meu Instagram abordando as questões da representatividade”.

Veja mais ›