Sônia Abrão detona atitude de Naiara Azevedo e rasga o verbo

Sônia Abrão é aquela jornalista que sempre fala o que pensa, e acompanhando as polêmicas de Naiara Azevedo, que está no BBB 22, opinou sobre o fato da loira ter programado um lançamento musical com Marília Mendonça, que morreu há menos de três meses.

“Pra mim, isso tem um nome e se chama oportunismo. Eu não posso dizer que isso é um traço do caráter da Naiara, porque eu não a conheço, mas a atitude dela é totalmente oportunista”, iniciou.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na sequência, ela deu o exemplo de como a ex-loira deveria fazer; “Ela sequer teve a consideração de chegar para a Dona Ruth ou para o Gustavo e falar: ‘Eu tenho essa gravação e gostaria de integrar ao meu novo trabalho. Posso? Vocês me dão essa autorização?’ Nada! Satisfação nenhuma. Se queria lançar a música, por que não lançou depois do BBB? Por que já começou a soltar essa história antes do programa começar? Agora eu não sei, pelo rolo que deu, mas eu acho que ela não ia mesmo tirar o nome da Marília Mendonça da boca, pra se promover às custas de uma pessoa que não está mais aqui”, refletiu a apresentadora.

Defendeu Eliana

Afiada e sem papas na língua, Sônia Abrão defendeu a apresentadora Eliana há pouco tempo. Tudo teve início após ela ler o desabafo da loira, que disse ter se escondido por muito tempo, com vergonha de mostrar o corpo real em meio ao envelhecimento.

 “Essa tomada, a gente não desliga tão fácil, não mesmo. A gente tem mais, pelo menos nos últimos anos, essa história de agora querer mudar esse padrão. Tiram da gente, tiram da mulher, até o direito de envelhecer, mesmo que você envelheça bem. Você não pode! E o resultado são essas demonizações que a gente tá vendo por aí”, disse ela.

Compreendendo a contratada do SBT, ela apontou não ser fácil se aceitar em meio às pressões estéticas. “Essas mudanças acontecem lentamente. Elas não tiram de dentro da gente esses condicionamentos como num passe de mágica.Não tem jeito. É daí que vem essa preocupação da Eliana. É daí que vem a taquicardia, mãos suando e a falta de ar. Pois você se vê flagrada na sua intimidade e, de repente, vem tudo aquilo dentro da gente. Ela é uma mulher pública. Se as pessoas que são ‘simples mortais’ sentem essa pressão, vocês imaginam para uma mulher pública, que trabalha com a imagem e que vive da imagem”, argumentou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›