Taís Araújo revela crítica de autor por se recusar a gravar cena

publicidade

Taís Araújo revelou que foi criticada pelo autor Walcyr Carrasco – hoje seu colega na Globo. Isso aconteceu após se recusar a gravar uma cena de sexo na novela Xica da Silva, em 1996. Na trama da extinta TV Manchete, ela interpretava a protagonista da história.

A atriz, que participou do Roda Viva desta segunda-feira (15), na TV Cultura, fez a revelação ao entrevistar a convidada Zezé Motta. A esposa de Lázaro Ramos, que na época das gravações de Xica da Silva tinha apenas 17 anos, expôs uma situação constrangedora.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Quando eu fui fazer [a novela Xica da Silva], em 96, eu tinha 17 para 18 anos. No momento em que eu neguei a fazer uma cena de sexo anal, Walter Avancini e Walcyr Carrasco foram publicamente dizer que eu estava transformando a Xica da Silva numa Maria Chiquinha, relatou Taís.

Zezé Motta se mostrou espantada com a revelação feita pela colega. “Sabe que essa história que você contou eu nunca soube?! Que loucura!”, disse a entrevistada.

Taís Araújo deixou autor chateado

Em entrevista à Folha de S. Paulo em 1997, Walcyr Carrasco acusou Taís de não ter sido correta. De acordo com o escritor, ela sabia que faria cenas sensuais na novela.

“Seria ingênuo pensar que uma mulher negra, no garimpo, atraísse o homem mais rico do momento sem passar pela cama”, declarou o autor, que assinou a trama da TV Manchete sob o pseudônimo de Adamo Angel, pois na época era contratado do SBT.

publicidade

Então diretor de dramaturgia da Manchete, Walter Avancini também criticou a atriz. “Ela fez exatamente aquilo que eu não queria. Se negou a fazer uma Xica da Silva sensual, porque queria se mostrar para a Globo. Preferiu ser uma ‘Maria Chiquinha’ a ser uma Xica da Silva, feminista e revolucionária. Ela tem talento, mas na Globo vai ser coadjuvante”, disse na época.

Mágoa de Walcyr Carrasco?

Em entrevista ao Lady Night em 2019, Taís comentou sobre quando interpretou Xica da Silva. Ela disse que nunca mais foi chamada para uma novela de Walcyr.

publicidade

“De Walcyr Carrasco essa novela. Aliás, se você quiser perguntar pra ele porque ele não fala comigo, fiz Valdirene [em Amor à Vida, de 2013] e nunca mais olhou na minha cara”, declarou Tatá Werneck na ocasião.

Taís Araújo, então, revelou uma certa mágoa do novelista. “Eu também. Nunca mais me chamou pra nada desde Xica da Silva, contou. “Mas ele me cumprimenta quando eu o encontro, mas nunca mais me chamou pra nada”, garantiu a atriz.

publicidade

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›