Tatá Werneck se declara para mãe de Paulo Gustavo

Tatá Werneck e Paulo Gustavo; humorista desabafou um mês após a morte do amigo (Foto: Reprodução/Instagram)
Tatá Werneck e Paulo Gustavo; humorista homenageou mãe do ator (Foto: Reprodução/Instagram)

A apresentadora Tatá Werneck usou sua conta oficial no Instagram para fazer uma homenagem à Déa Lúcia, que é mãe do ator Paulo Gustavo. O famoso foi uma das vítimas do novo coronavírus e faleceu em decorrência de complicações da doença em maio deste ano. Na noite de segunda-feira (23), Déa esteve no Criança Esperança, da Globo.

Atualizando o feed, Tatá publicou uma foto de Lúcia no palco do programa especial. E ela ainda deixou uma declaração de amor importante para ela. “Te amo, te respeito e te admiro”, escreveu a humorista, que recebeu mais de 400 mil curtidas em apenas algumas horas. Na caixa de comentários, muitas pessoas deixaram elogios e fizeram outras declarações. “Eu também! Ela é admirável! Te amamos muito”, disse Renata Néia. Na sequência, a própria Déa Lúcia deixou uma resposta. “Obrigada por tanto carinho”, afirmou a mãe de Paulo Gustavo.

Veja a postagem de Tatá Werneck no Instagram:

Discurso emocionante

Déa Lúcia, como já mencionado acima, fez uma participação para lá de importante no Criança Esperança, que a Globo exibiu na noite de segunda-feira. Durante seu discurso na atração, a famosa citou a frase “rir é um ato de resistência”, dito por Paulo Gustavo no final de 2020, no 220 Volts, último especial que ele fez na emissora.

Paulo Gustavo não dava conselhos, seu modo de ser e de viver era o próprio recado. Ele era a própria esperança. O humor era uma forma de viver, que troca as lamentações pela graça, a piada, a generosidade e o trabalho firme”, disse Déa assim que um vídeo em homenagem ao humorista foi exibido pelo programa especial.

Recomeço

Em outro ponto, ainda citando alguns trechos da fala de Paulo Gustavo, Déa Lúcia afirmou que acredita em recomeços. Ela demonstrou muita emoção e ficou com a voz embargada enquanto fazia seu discurso.

Passou a mocidade sorrindo em sua passagem acelerada e luminosa entre nós. Ensinou e mostrou, de verdade, que rir é um ato de resistência, uma forma de amar o próximo, um ato de coragem. Acreditava que finda a tempestade, o sol sempre nascerá. E que não é preciso procurar muito para encontrar alguém para amar. E fez isso tudo sorrindo“, afirmou. Por fim, ela cantou a música ‘O Sol Nascerá’ ao lado das cantoras Ivete Sangalo Iza.