Thaila Ayala desabafa sobre opiniões a respeito da maternidade

A atriz Thaila Ayala, de 35 anos de idade, usou as suas redes sociais para fazer um desabafo sobre as insistentes criticas recebidas em suas redes sociais. Em vídeo de mais de 4 minutos publicado no feed de seu Instagram, a artista lamentou as opiniões alheias durante a sua maternidade.

 “Oi, vesti até uma roupa fofa para tentar falar com vocês. Juro que eu pensei na roupa porque esse vídeo, sem dúvida, é o mais importante que eu fiz até hoje dividindo a minha experiência como mãe com vocês. Esse vídeo é para todos vocês, que, incrivelmente, em sua maioria, são mulheres e, mais incrível ainda, mães”, iniciou ela.

“Sim! Vocês que acham que sabem o que é absolutamente certo e todo certo e todo o resto é errado, vocês que acham que o melhor que vocês puderam fazer e dar para os seus filhos é o melhor absoluto para todo mundo. Só falar uma coisa para vocês, sendo muito calma e paciente. Não é! [grita e ri] Desculpa! Porque você é completamente diferente de mim, o seu filho vai ser completamente diferente do meu. Graças a Deus, somos indivíduos, únicos, não existe uma mãe igual a outra, como não vai existir um filho igual ao outro. O que é certo para você pode não ser para mim, o que é errado para você pode não ser para mim, para sua vizinha, para sua mãe, para o seu colega”, continuou.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Verdade absoluta

Em seguida, Thaila Ayla que é mãe de Francisco, fruto do seu relacionamento com o ator Renato Góes, disse que não existe uma verdade absoluta durante a maternidade: “Então, assim… E provavelmente não vai ser porque não existe uma verdade absoluta, não existe um certo absoluto, um errado absoluto, cada um dá o que pode. Outro dia uma amiga minha falou: ‘parabéns pela melhor mãe que você está podendo ser, que você está conseguindo ser”, disparou.

“E é exatamente isso do que se trata. Cada uma dá o que tem, o que pode. E deixa eu te falar uma coisa… A mãe que escolheu parir humanizado, em casa, na sua banheira, não é mais nem menos mãe do que a que foi lá e escolheu a data da cesárea. A mãe que amamentou até os seis anos a criança não é mais mãe ou melhor do que a mãe que não conseguiu amamentar desde que saiu do hospital. A mãe que amamenta olhando para o filho, cantando para ele, não é mais ou melhor do que a mãe que amamenta trabalhando no celular, ou no computador ou seja lá fazendo o que for”, declarou a atriz.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Veja mais ›