Thaila Ayala fala sobre o nascimento prematuro de seu filho

A atriz Thaila Ayla, de 35 anos de idade, usou as suas redes sociais para interagir com os seguidores e responder as curiosidades sobre a gestação e maternidade de seu filho Francisco, fruto do seu relacionamento com o ator Renato Góes. Por meio da caixinha de perguntas, um internauta questionou a atriz como o seu filho conseguiu voltar para casa com rapidez mesmo nascendo prematuro.

“O Francisco nasceu quase de 34 semanas. Foi o primeiro neném de 33 semanas que a minha obstetra viu que não precisou ir para a UTI. Ficamos três noites no hospital, mas no quarto normal. Tanto eu quanto ele, tivemos que ficar em observação por conta da síndrome hellp que eu tive, mas correu tudo bem”, disse ela. 

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Em seguida, outro seguidor perguntou a atriz se o seu filho tem uma boa noite de sono: “O Chicão é um bebê prematuro. Ele teria agora 36 semanas. Então ele só dorme. Tem que arrancar a roupinha para conseguir fazer ele amamentar. Ele só quer dormir”, contou ela.

“Graças a Deus ele mama às vezes de uma em uma hora. Tive uma gravidez tão dolorida e todos os aspectos, psicológico e físico, que a amamentação agora está uma beleza. Só na primeira semana que foi bem difícil, rasga bico do peito, abre e fecha… Fechou rápido porque tive o privilégio de ter laser. Depois nunca mais precisei e hoje é prazeroso.” 

Correu risco de vida

No início de dezembro nasceu Francisco, filho de Thaila Ayala e Renato Goés. 15 dias depois após parto, a atriz usou as suas redes sociais para fazer um relato bastante emocionante. Na ocasião, a artista disse que o seu filho chegou a correr risco de vida.

“Hoje faz 15 dias que te tenho nos braços, e eu acho que a palavra amor chega a ficar pequena perto de você, é tão pra lá de QUALQUER coisa, que devia ter outro nome!!!”, disse ela. 

“Eu tive uma gravidez MUITO MUITO MUITO difícil, tive TUDO que você possa imaginar, ainda falarei sobre isso com calma e mais detalhes, acabou com Síndrome HELLP (doença raríssima e seríssima) onde tivemos que tirar Francisco às pressas. Não consegui ter relação nenhuma com a barriga, não sentia nada, nada mesmo, pelo ao contrário, senti TANTA dor, passei TÃO MAL que não tinha sentimentos bons, e o medo absoluto me aprisionava, medo de rejeitar, medo de não amar, medo de não ser boa o suficiente, medo de me arrepender, medo de TUDO! E culpa, MUITA CULPA!!!”, continuou.

“Aí você chegou, num parto longe do que eu havia sonhado, onde eu e você corríamos sérios risco de vida, esperavam que você fosse direto pra UTI e eu CTI mas graças ao meu bom Deus, Meu Pai fomos pro quarto e eu só pude te olhar nos olhos, te enxergar e ali e ali eu me encontrei”, revelou ela. 

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Veja mais ›