Tierry anuncia demissão de funcionário após vídeo polêmico viralizar

O cantor Tierry usou seu perfil do Instagram neste último domingo (17), para se pronunciar sobre o vídeo onde o ônibus de sua turnê aparece fazendo uma manobra perigosa em alta velocidade, no Pará.

Preocupado com a repercussão do vídeo, o artista veio a público para repudiar a atitude do motorista de sua equipe, que já foi desligado da empresa. O artista disse que a atitude do profissional foi “inaceitável”.

“Depois dos inúmeros questionamentos que foram feitos a mim, tive de vir aqui me pronunciar sobre esta atitude imprudente e inaceitável do motorista que colocou tantas vidas em risco“, iniciou.

O namorado de Gabi Martins continuou o desabafo e destacou que ficou ainda mais preocupado por, além do perigo que o motorista causou na estrada, ele constantemente faz viagens de ônibus.

“Estou assustado com tamanha imprudência, mas agradecendo a Deus pelo livramento que foi dado a todos nós, a mim, que corriqueiramente estou ai, indo de uma cidade pra outra (quando não há transporte aéreo) e a minha equipe, meus amigos e companheiros de estrada, pais de família”, seguiu.

“Estamos em turnê no Pará e, infelizmente, passamos por este susto terrível, que ocorreu ontem pela manhã. Lamentável! Que Deus nos proteja! O motorista foi desligado pela empresa responsável. Que Deus sempre conduza os passos de todos nós!“, finalizou.

Entre os comentários, diversos seguidores famosos e anônimos apoiaram a decisão do cantor. “Como pode, né? Olha vou te contar“, disse David Brazil. “Muita irresponsabilidade. Graças a Deus não aconteceu nada. Deus esteja com você e toda sua equipe”, declarou Margareth Menezes.

Desabafo de pai

Recentemente Tierry esteve no programa É de Casa, da TV Globo, onde falou sobre a relação que tem com seu filho Adriel, que está com 6 anos. O artista relembrou a luta que travou para salvar a vida do garotinho, que sofreu um problema de saúde.

“Eu tive a minha fé testada quando meu filho tinha três anos. Ele teve um choque séptico por bactéria e ele teve cinco paradas cardíacas. Foram dias muito difíceis, quatro meses de UTI”.

“Ele usou a tão falada ECMO, a mesma usada por Paulo Gustavo. Ele ficou 45 dias usando um pulmão fora do corpo. Por cinco vezes, a gente ouviu que o Adriel não suportaria e o que o melhor era deixar que ele fosse“, relembrou, emocionado.

O baiano revelou ainda que o problema do herdeiro foi decisivo para ele mudar sua postura com relacionamentos afetivos: “Eu não pensava muito na questão afetiva, de ter comprometimento com o outro. E o filho vem pra poder mudar a vida da gente”.

 

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›