Valentina defende Nego do Borel e assume algo

Nona eliminada de A Fazenda 13, Valentina Francavilla recorreu aos stories do Instagram para confirmar ser amiga de Nego do Borel. Mesmo saindo e vendo toda a repercussão da expulsão do funkeiro no programa, ela disse ter sido cercada pela alegria do funkeiro.

“Sou amiga, sim, gosto muito dele e acho ele uma pessoa maravilhosa. Ele deixou uma marca lá dentro pra todos nós. Trouxe muita alegria. Eu gosto do Nego do Borel e ninguém vai fazer eu mudar minha opinião. Eu sou uma pessoa que vou pela minha cabeça. Pode falar o que quiser, o Nego do Borel é um cara muito, muito legal. Te amo, amigo, te amo. E a própria Day falou que nada aconteceu. Tá bom? Te amo, amigo”, apontou.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Na sequência, a ex-assistente de Ratinho pontuou que ninguém fará com que a sua opinião seja mudada. “Não interfere me xingarem, não interfere falar mal de mim. Sempre vou bater no peito com meus princípios. Gosto do Nego do Borel, sim”, comentou.

Admitiu tudo

A polêmica do casaco de Rico Melquiades que foi rasgado por Dayane Mello, deu o que falar. Para quem não se lembra, Valentina estava na hora do ato, e quando percebeu que o peão descobriu o que havia acontecido com a peça, fingiu não saber. Em conversa com Lucas Selfie e Lidi Lisboa, ela admitiu ter sido falsa com o influencer.

“Eu falei isso: ‘É seu esse casaco?’ Ai, que falsa. Eu não sei, a gente fica muito maluco. Eu fiquei muito amiga da Day, acho que estava encobrindo o que ela fez. Como é que eu ia chegar lá e falar: ‘Foi a Day que fez’? Eu estava do lado da Day, eu não podia falar”, falou ela, que detonou Solange Gomes. 

“A Solange é uma falsa! Ela sabe fazer VT, ela é manipuladora. Na TV isso ficou lindo para o lado dela. Não é possível que alguém ficou do lado dela. Mas posso falar? Eu não mudo em nada a minha opinião”, declarou.

Momento tenso

Confinada por mais de dois meses no programa, a modelo que bomba no OnlyFans disse ter sofrido uma intensa depressão pós-parto. Na época, ela dispensava até mesmo compromissos profissionais.

“Depois que nasceu, eu precisava ir no supermercado comprar as coisas. [Só que] saia dez minutos e precisava voltar porque tava abandonando ele, era essa a sensação. Me chamaram pra apresentar um programa de videoclipe e gravei o primeiro. No segundo, te juro, com o teleprompter na frente, eu falei que tinha que ir embora. Eu abandonei o trabalho e nunca fiz isso. Eu precisava ficar com ele. É muito sério”, detalhou.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Rafael Carvalho
Formado em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM), já apresentou programa de entretenimento relacionado ao mundo dos famosos e entrevistou artistas do meio.
Veja mais ›