Vera Fischer resgata clique antigo e chamativo na web

publicidade

A atriz Vera Fischer costuma usar o espaço das redes sociais para relembrar momentos antigos de sua vida pessoal e carreira. Na semana passada, ela publicou uma foto chamativa de alguns anos atrás no Instagram. De lingerie e cabelo escovado, ela exala beleza no clique.

Na curta legenda da postagem, Fischer explicou de onde é a foto e quando ela foi tirada. “Revista Estilo, anos 2000”, afirmou ela, que ainda marcou a fotógrafa responsável. Mais de 50 mil pessoas curtiram a publicação, que ainda rendeu muitos comentários e mensagens de carinho dos fãs e amigos.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Confira a foto de Vera Fischer nas redes sociais:

Dificuldades na carreira

No final de julho, Vera Fischer concedeu uma entrevista exclusiva para o programa Domingo Espetacular, da Record TV. Naquela ocasião, ela conversou com a apresentadora Carolina Ferraz e relembrou o início de sua carreira. A atriz falou sobre as críticas que recebeu, inclusive por ter engordado, e disse que ser bonita não a atrapalhou.

publicidade

“Atrapalhar, não. Eu olho minhas fotos e a minha cara é muito [parecida] com bonecas. Eu acho que com o tempo você vai se modificando, se moldando, então, eu acho que a beleza está nisso: em você se ver com 20 anos, 40 anos, 60 anos e, agora, chegando nos 70, você tem que admirar cada ruga, cada pedacinho”, afirmou a artista.

Ela comentou que recebeu críticas no auge da carreira. “Eu acho que durante uma época as pessoas foram perversas comigo. Eu não podia engordar e eu engordei. Estava infeliz e viajando com teatro. Eu tinha os melhores hotéis, os melhores restaurantes, você come e bebe do bom e do melhor. Eu comecei a engordar e não prestei atenção nisso porque o meu trabalho era o que importava. Quando eu via as fotos [que tiravam de mim], eu fala: ‘Como eles são perversos”, concluiu.

Outro desabafo

publicidade

Já em participação recente no Altas Horas, da Globo, Vera Fischer disse que passou por muitas situações de machismo na década de 1970.

Não foi nada tão traumático fisicamente, foi mais o meu psicológico, gente dizendo ‘ela é uma loira burra gostosa, então a gente pode tudo’, ‘ela usa minissaia, usa shortinho, a gente pode ataca. Isso dá o direito de a pessoa vir implicar comigo e querer passar a mão em mim? Não dá. Você pode se vestir como quiser, ter a idade que tiver, dizer o que quiser. É a sua vida. Isso mexeu comigo, com a minha mente, com o meu psicológico”, encerrou

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›