Vera Fischer diz que sua nova atividade física é a faxina

A atriz Vera Fischer, que acaba de ser dispensada da Globo após 43 anos de casa (Imagem: Reprodução / Instagram)

Aos 68 anos, Vera Fischer resolveu falar sobre algo que a assombrou no passado: o teste do sofá. A atriz que está no ar atualmente na reprise de Laços de Família, na Globo explicou em uma live no Instagram da revista Caras que sofreu diversos ataques machistas depois de se tornar miss com apenas 17 anos.

“Fui miss com 17 anos, em 1969. Peguei os anos 70 com um machismo escancarado. Não sei como consegui sobreviver aos ataques machistas, que foram severos, nos anos 70, 80 e até 90. Houve uma coisa que, se você não tem uma certa diplomacia e jogo de cintura, você não consegue sair viva disso”, disparou.

“Muitas mulheres passaram pelo que passei. Alguns sucumbiram, eu não. Às vezes, fui mal vista pelos poderosos por que falei: ‘comigo não! Eu quero trabalhar. Se eu o meu talento não for suficiente, eu vou embora’. Não vou ficar dando para ninguém, não. Meu corpo é meu corpo. Foi difícil”, afirmou a loira.

Ela explicou que diferente de outras atrizes, não é adepta a procedimentos cirúrgicos para retardar a idade, e que até pensou no assunto, mas o medo de ficar com a cara plastificada foi algo que pesou na decisão.

“Nunca fiz nenhum procedimento no rosto, nem botox, nada. Às vezes, tenho vontade de fazer, mas o medo de perder a minha expressão é muito grande. Me cuido de uma forma bem simples. Nunca durmo de maquiagem, bebo muita água e como muita verdura e fruta, desde criança. Talvez isso ajude a você manter a saúde física”, completou ela.

A atriz contou que o estilo de vida contava com atividades físicas, algo que ela não consegue fazer há muito tempo por conta da pandemia, já que teme colocar algum profissional de ginástica dentro de sua casa. “Desde o início do ano, eu fazia karatê. Não posso fazer mais porque não posso botar ninguém dentro da minha casa por conta da pandemia. Estou sem fazer exercícios físicos desde janeiro. Meu corpo está sentindo falta. Eu caminho na minha casa e faço faxina, limpo o chão, é um exercício”.

Vera dispensou a empregada, e está limpando sozinha o apartamento em que vive com seu filho, Gabriel, de 27 anos. “Moro no apartamento muito grande, que tem jardim e piscina. Não estou recebendo empregados. Descobri que sou uma exímia faxineira. Eu limpo a minha casa, faço faxina, limpo o chão, cuido das plantas e faço uma comidinha de vez em quando”, completou.

DEIXE SUA OPINIÃO

comments