Vitor Kley desabafa sobre cobrança ao lançar novas músicas

Vitor Kley comentou sobre pressão na música (Foto: Reprodução)

Vitor Kley ficou conhecido pelo Brasil inteiro, após o sucesso da canção “O Sol”, e através de uma live com a revista Quem, o gaúcho comentou sobre a pressão que sofre para emplacar um outro sucesso, comparado à essa canção, que virou trilha sonora de novela.

Depois de O Sol, me cobrei. Sabia que se fosse só aquela música estaria ferrado. Faziam comparação com outro artista do passado. Quando aconteceu Morena, eu chorava porque saiu um caminhão das minhas costas. Hoje ela é mais tocada que O Sol nos shows. As galera até enjoou do Sol de tanto que escutou. Pensei, ‘que bom que não sou um fantasma de uma música só”, iniciou o loiro.

Ele se prolongou, e afirmou que foi bem criticado nas redes sociais e escutava muito que era cantor de apenas uma música. “Sinto o peso. Tenho que cuidar muito com o que falo. Graças a Deus nunca me envolvi em polêmica, até pela criação que tive. Sou um cara muito tranquilo e nunca teve nada ruim que saisse da minha boca. Já meteram o pau falando ‘o cara só tem uma música’. Acabam esquecendo que aqui tem um ser humano que é atingido por essas palavras, que tocou muito em barzinho, com R$ 20 de cachê ou sem cachê. Também tem coisas boas, como poder me conectar por meio da música. Sempre tento encarar o copo como meio cheio”, disse Vitor.

Novo single

Empolgado, o gato divulgou nas redes sociais um vídeo cantando a sua mais nova música de trabalho, com o título de “Ainda bem que chegou”.

“Tava cantando esse trecho de ainda bem que chegou hoje pela manhã, foi uma conexão de fatos, pq dia 31 vai ao mundo aversão acústica dela… bom, sem mais delongas o link do pre save tá na minha bio. é só tu clicar lá pra já deixar essa versão salva nas tuas músicas”, escreveu ele na legenda do post.

Confira:

https://www.instagram.com/p/CDC1IN5HO5I/

Veja mais ›