Vivi Brunieri, ex-Ronaldinha, recorda passado polêmico

publicidade

Vivi Brunieri, que ficou conhecida como ex-Ronaldinha, após viver um romance com o ex-jogador Ronaldo Fenômeno e posar nua para a Playboy em 1998, recordou durante participação no podcast ‘Mais Que Oito Minutos’, seu passado polêmico e alguns traumas envolvendo a época em que se prostituiu, aos 16 anos.

“Comecei a trabalhar com prostituição aos 16 anos no Japão. Eu trabalhava num karaokê e mentia que tinha 19. Era lá que a gente conseguia os clientes para o programa. Eu chorava toda a vez que tinha que ter relações sexuais. Ganhei o dinheiro que precisava para pagar uma dívida da família”, lembrou ela.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Romance com Ronaldo

Ao falar sobre seu romance com Ronaldo, a missionária evangélica contou que conheceu o jogador após passar uma temporada no Japão. Segundo ela, nunca houve sentimento pelo atleta.

“Ele me convidou para ir a um pagode e, já no dia seguinte, eu estava sendo apresentada como namorada num churrasco de família. Depois, veio o convite para ir à Holanda com Ronaldo. Via no namoro uma forma de ficar famosa. Era por interesse mesmo, não tinha sentimento”, revelou.

Filme pornô

Na entrevista, Vivi Brunieri também recordou o filme pornô que fez. Ela conta que, após se tornar evangélica, se desfez de tudo aquilo que comprou com o dinheiro que ganhou na indústria de conteúdos adultos.

“Foi a melhor coisa que eu fiz na vida e a pior. O cachê foi muito bom, mas estava usando muita metanfetamina na época, que foi meu fundo do poço. Eu gravava e ia para o banheiro cheirar. Eu estava muito louca, não estava normal. Depois da minha conversão, eu me desfiz de todos os bens que comprei com os R$ 500 mil que ganhei. Isso foi em 2014. Não sobrou nada. Carro importado, joias… Não fazia sentido para mim ser um missionária e viver com o que eu tinha ganhado fazendo o filme pornô”, relembrou ela.

publicidade

E por falar em pornografia, em abril deste ano, a ex-Ronaldinha contou em entrevista ao jornalista Rafael Godinho, da Quem, que recusou uma proposta milionária para estrelar um filme pornô plus size no Japão.

“Desde o primeiro contato, eu já tinha certeza que jamais faria pela minha conversão e minha vida atual como missionária evangélica. Mas decidi ir na reunião, porque pensei em meu coração com esperança de ser um canal de Deus naquele lugar. Estava quase aceitando ir na reunião, mas jamais faria esse trabalho. A proposta seria uma cena, com um ator japonês e depois divulgar o parque temático, e o produtor me disse que seria algo em torno de 500 mil dólares (quase três milhões de reais)”, declarou Vivi Brunieri.

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Henrique Souza
Mineiro, 26 anos, Graduado em Comunicação Social, Redator e Social Media.
Veja mais ›