Wagner Moura relembra censura de filme e cena com Camila Pitanga

Wagner Moura, ator e cineasta brasileiro de 45 anos, relembrou durante entrevista à jornalista Joana Dale, do jornal O Globo, sobre a censura de ‘Marighella’, seu primeiro filme como diretor, que foi filmado em 2017 e será lançado apenas neste ano. Além disso, ele recordou suas cenas icônicas com Camila Pitanga em ‘Paraíso Tropical’, novela que atualmente está sendo reprisada no canal Viva.

Ao falar sobre o filme, Wagner lamenta os atrasos que aconteceram no lançamento, devido a demora na liberação de verba pela Agência Nacional do Cinema (Ancine) por conta da censura do atual governo.

“É inacreditável que o filme só vá estrear agora. Em Berlim, foi aplaudido de pé por dez minutos; Seu Jorge já ganhou prêmios na Itália e na Índia. Mas é um filme feito para o Brasil. A primeira estreia foi cancelada pela Censura. Os pedidos que a O2 (produtora) fez à Ancine eram absolutamente normais, negados assustosamente numa época em que Bolsonaro atacava o cinema nacional”, ressalta o artista.

Recepção do público

Para o ator e diretor, o público provavelmente receberá o filme com menos oposição do que se fosse lançado na data prevista, em 2019.

“Se tivesse sido lançado em 2019, seria um filme. Em 2020, outro. Hoje, espero que “Marighella” enfrente menos oposição. Pois agora está claro para todo mundo que este governo é uma tragédia. Para todo mundo, não… Tem aqueles 25% que foram ao 7 de Setembro (apoiar o presidente), mas a maioria já entendeu que não é uma questão de direita ou esquerda, é uma questão de civilização contra a barbárie. Por isso acho que agora a reação será menos violenta com o elenco…”, acredita Wagner.

O famoso acrescenta ainda, de onde saiu a verba para a produção do longa: “Artista não é ladrão. A acusação de “mamar na Lei Rouanet” me dá tanto ódio. Em “Marighella”, não usei um real da Lei Rouanet. Da Lei do Audiovisual também não, porque nenhuma empresa quis botar dinheiro. É uma produção feita com o fundo setorial e dinheiro da Globo Filmes (coprodutora). Não recebi um tostão por esse trabalho. Pelo contrário. Só gastei. E isso também não é problema, porque é um filme que eu amo.”, afirmou ele.

Cenas com Camila Pitanga

Atualmente Wagner Moura está no ar na reprise de ‘Paraíso Tropical’, sua última novela desde que resolveu se dedicar ao cinema. Na trama, ele interpreta Olavo e protagoniza cenas icônicas com Camila Pitanga, a Bebel. Ao comentar sobre o trabalho, o ator recorda com carinho da sua parceria com a atriz.

“Aquela novela era boa demais. Eu adorava fazer aquelas cenas com a Camila.”, afirmou ele, garantindo que, ao contrário de seu personagem na trama, nunca chamou uma mulher de “cachorra”. “Não, nunca chamei ninguém de cachorra”, disse o artista, aos risos.

Wagner Moura e Camila Pitanga
Wagner Moura e Camila Pitanga em Paraíso Tropical (Foto: Reprodução)

MAIS LIDAS

Henrique Souza
Mineiro, 26 anos, Graduado em Comunicação Social, Redator e Social Media.
Veja mais ›