que a Globo quer esquecer  e nunca terão reprise

6 novelas

ANIMAÇãO

Ariel França

TEXTO

Redação

A Globo certamente tem novelas que prefere esquecer e que dificilmente ganharão reprise algum dia.

Novela das oito do início da década de 80, Sol de Verão teve bastidores tumultuados após a morte do protagonista, Jardel Filho. O ator faleceu vítima de um infarto quatro meses após a estreia da trama.

Escrita por Gloria Perez,  De Corpo e Alma ficou marcada pelo assassinato de Daniella Perez, filha da novelista. Ela foi morta por Guilherme de Pádua e a mulher dele, Paula Thomaz.

Com uma proposta diferente para o horário das sete, Bang Bang trouxe uma história ambientada no velho oeste e foi um verdadeiro fiasco. O folhetim passou por problemas desde o início, com baixa audiência.

Exibida em 2010, Tempos Modernos é mais uma na lista de apostas que fracassaram na faixa das 19h. A história derrubou o ibope e virou uma dor de cabeça para a Globo.

A Lei do Amor é uma trama que até a própria autora prefere esquecer. Com baixa audiência, passou por várias mudanças e teve até a intervenção de Silvio de Abreu, então diretor de dramaturgia do canal.

Última novela de Aguinaldo Silva na Globo, O Sétimo Guardião teve problemas nos bastidores desde antes da estreia.

A trama virou alvo de uma disputa judicial em que alunos de uma masterclass do autor pediam que fossem reconhecidos como autores da obra.