Yasmin Brunet fala sobre distúrbios alimentares e faz revelação no Instagram

Yasmin Brunet
A modelo Yasmin Brunet (Foto: Reprodução/Instagram)

A modelo Yasmin Brunet está sempre fazendo revelações pessoais nas redes sociais. Durante uma conversa recente com seus fãs em sua conta oficial no Instagram, ela abriu mais uma caixinha de perguntas através da ferramenta stories e foi questionada a respeito do polêmico jejum intermitente.

A famosa revelou ter feito esse tipo de jejum em algum momento de sua vida, mas explica que é necessário tomar bastante cuidado. “Você fez jejum intermitente? Conta como foi o seu”, pediu o internauta. “Já fiz, mas hoje não faço mais porque eu não tenho muito limite quando se trata desse tipo de coisa, meu cabelo começou a cair, fiquei fraca e etc. Quando você tem histórico de distúrbios alimentares, tem que tomar muito cuidado”, respondeu.

Mas acha que se você não tem essas questões e faz com a ajuda de um profissional pode ser muito bom! Não para perder peso, mas para clareza mental e disposição”.

Outro tema importante

Yasmin Brunet, aliás, foi às redes sociais semanas atrás para brincar de “Verdade x Mentira”. Na brincadeira, os fãs fazem questionamentos e os influenciadores respondem. A filha de Luiza Brunet, então, decidiu abrir o jogo e revelou que já teve depressão, tendo passado por outros momentos muito complicados.

Tive fases horríveis e fases muito difíceis. É uma coisa que fico atenta. A última vez que tive e acabei tratando, não consegui acreditar que estava sentindo isso de novo. É como se do nada seu mundo mudasse. Como se não abrisse mais o sol e tudo fosse escuridão. É uma sensação muito ruim. Quando ela volta é como se ela nunca tivesse existido. Depressão, ansiedade e todos os outros transtornos, acho que só entende quem tem”.

Relacionamento abusivo

Na sequência, um fã perguntou se ela já sofreu com um relacionamento abusivo, ela revelou que sim. “Verdade! Acho infelizmente que quase todas (senão todas) as mulheres já tiveram algum relacionamento abusivo. Inclusive, recomendo muito um livro para todos que acham que estão em um relacionamento assim ou que gostariam de aprender sobre. Eu acho que todo mundo deveria ler e quem tem filhos e filhas devem conversar sobre isso também”, desabafou. A loira ainda amenizou o clima ao falar que não gosta de cortar cabelo.

Não gosto muito que fiquem mexendo na minha cabeça. Acho que muita energia entre pela cabeça e, além disso, tenho o couro cabeludo super sensível. Pintar, por exemplo, demora e são vários processos. Sempre dá dor e muito incômodo na cabeça. Mas cortar também não é algo que amo, não. Tem que precisar muito e ser na lua certa”.